Menu
Busca Quinta, 14 de Dezembro de 2017
(67) 9860-3221
Corpal - Dezembro 2017
ECONOMIA

Com adesão ao Brasil Mais Produtivo, indústria de MS aumenta produtividade em 60%

10 Novembro 2017 - 19h50

Após a adesão ao Programa Brasil Mais Produtivo, a empresária Juliana Aranda, da RU Uniformes, de Campo Grande (MS), registrou um aumento na produtividade de 60,71%. O resultado foi apresentado nesta sexta-feira (10/11) na sede do Senai Empresa, quando a equipe do CTV (Centro de Tecnologia do Vestuário) detalhou ao empresário a utilização da metodologia Manufatura Enxuta (Lean Manufacturing), que é baseada na redução dos desperdícios mais comuns no processo produtivo: superprodução, tempo de espera, transporte, excesso de processamento, inventário, movimento e defeitos.
 
De acordo com a técnica especializada do CTV, Milena Santos, depois dos ajustes propostos pela equipe do Senai Empresa, a RU Uniformes poderá atingir um ganho anual de mais de R$ 60 mil. “O Brasil Mais Produtivo é um programa que propõe metodologias relativamente simples, que necessitam de quase nenhum investimento, mas que aumentam a produtividade da empresa”, afirmou.
 
Na avaliação da empresária Juliana Aranda, os resultados apresentados foram uma surpresa. “Quando você avalia os resultados pontuais em forma de gráficos e tabelas, torna a visualização mais fácil de compreender. Com as pontuações feitas aqui, poderemos crescer em produtividade interna. Qualidade nós temos, equipe técnica nós temos, mas essas mudanças irão ampliar minha margem de lucro, o meu resultado financeiro e, consequentemente, a minha competitividade”, pontuou.
 
A gerente da RU Uniformes, Vanessa Ferreira Sandin, comentou que a apresentação dos resultados do programa apontou as falhas da empresa e o que deve ser feito para corrigi-las. “Essa apresentação nos mostrou uma visão da fábrica que nós, que estamos dentro do processo, geralmente não enxergamos. Fiquei surpresa com a qualidade do trabalho apresentado, com o cuidado que a equipe do Senai Empresa teve em medir o tempo de produção e o custo. A partir de agora, sabemos os pontos que devem ser corrigidos para melhorarmos nossa produtividade”, ressaltou.
 
Para o consultor da RU Uniformes, Rafael Meingerian, o Brasil Mais Produtivo é uma oportunidade para a empresa se adequar às novas formas de trabalho. “Vejo com muitos bons olhos esse programa, principalmente depois dessa apresentação, que apresentou um ganho de produtividade bastante significativo com pouco investimento por parte da empresa”, disse.
 
O Programa Brasil Mais Produtivo (B+P) é uma iniciativa do Governo Federal que visa aumentar a produtividade em processos produtivos de empresas industriais, com a promoção de melhorias rápidas, de baixo custo e alto impacto. O Programa é coordenado pelo MDIC (Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços) e realizado pelo Senai, ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial) e Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), com a parceria do Sebrae e apoio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUU!!!
Noiva de Latino mostra marquinha e corpo sarado
EDUCAÇÃO
Enem é cancelado em 13 unidades prisionais por causa de greves e rebeliões
CAPACITAÇÃO
IFMS oferece curso de Sistemas para Internet
PRIMEIRO COLOCADO
Policial do DOF se destaca em curso operacional no Mato Grosso
PACIJUS
TJMS entrega presentes da Campanha de Natal
CLUBE ABEVÊ
Rede Abevê terá aplicativo com vantagens em janeiro
CAMPO GRANDE
Carreta da Justiça leva biometria ao distrito de Anhanduí
REFIS
Aprovada prorrogação do prazo para contribuintes que desejam quitar dívidas com até 95% de desconto
ECONOMIA
Dólar sobe e fecha em R$ 3,33 após adiamento da votação da reforma da Previdência
DOURADOS
Ladrão invade comércios e leva moto de atendente

Mais Lidas

DOURADOS
Homem encontrado morto estava acorrentado e jogado no rio Dourados
BARBÁRIE
Acusado de esquartejar mãe é levado para audiência
THANOS
Megaoperação cumpre mandados em bairros de Dourados
DOURADOS
Dez são detidos na 2ª fase da Operação Thanos