Menu
Busca quarta, 21 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
EXPO PARAGUAI

CIN leva empresários de MS para conhecer indústrias locais

12 julho 2018 - 15h50

O CIN (Centro Internacional de Negócios) do IEL levou, ontem (11/07), os empresários de Mato Grosso do Sul que participam da Expo Paraguai, feira realizada em Assunção, capital do Paraguai, para conhecer as indústrias brasileiras e paraguaias instaladas no país vizinho.

O grupo integra a missão empresarial organizada pela Fiesc com apoio da Fiems e do Sebrae/MS à Feira, que começou na última segunda-feira (09/07) e segue até sexta-feira (13/07), para fomentar negócios voltados a participação de empresas brasileiras no comércio internacional, oportunizando que empresários possam identificar e prospectar parceiros comerciais e tecnológicos e analisar o mercado internacional.

Os empresários sul-mato-grossenses conheceram a empresa Schadek, que fabrica óleo lubrificante para o setor automotivo em Santa Catarina e, desde o início deste ano, está instalada no Paraguai, e, em seguida, a missão empresarial conheceu a linha de produção da Mazzei, indústria de alimentos paraguaia que exporta para mais de sete países como China e Turquia.

Na Schadek, o grupo teve a oportunidade de observar in loco a experiência de um brasileiro que expandiu os negócios para o país vizinho e, além de observar a infraestrutura necessária para o funcionamento da empresa, puderam tirar dúvidas sobre os processos de logística, contratação de mão de obra, capacitação, entre outros.

“O principal objetivo desta visita era que os empresários que participam da nossa missão tivessem acesso e contato com um brasileiro que se instalou no Paraguai, para que ele pudesse compartilhar como foi o processo, as leis trabalhistas, ambientais, prefeitura, bombeiro, o passo a passo mesmo de como prosseguir”, afirma a gerente do CIN do IEL, Nathália Alves.

Empresário que integra a missão, Luis Renato Pedroso, diretor da Ecopneu, de Campo Grande (MS), destacou da visita a oportunidade de compartilhar experiências com um empresário bem-sucedido que atua no país vizinho. “A reunião foi muito importante porque eles foram muito claros e específicos na orientação de como abrir uma empresa no Paraguai, como é o mercado local, como funcionam os processos, desde a abertura até a venda dos produtos, então ficamos muito satisfeitos com estes esclarecimentos”, disse.

Sobre a Mazzei, a gerente do CIN ressaltou os aspectos da regulamentação sanitária praticada no Paraguai.  "Foi muito interessante porque conseguimos verificar na prática como funciona a regulamentação da fabricação de alimentos no Paraguai, e passamos a enxergar o país como plataforma para exportação global”, avaliou.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTSAL
Times do Instituto Aefa vencem mais uma vez a Copa Unigran
BRASIL
STF adia decisão definitiva sobre decreto de indulto natalino
BRASIL
Promotores: membros indispensáveis das equipes de trade marketing
MS
Traficante foge e abandona Duster com mais de 1,2 t de droga
PARANAÍBA
Ladrão cai no sono ao ficar entalado na janela e acaba preso
RURAL
Área plantada de soja aumenta 140 mil hectares e bate recorde no Estado
BR-060
Caminhonete com quase 1t de maconha é apreendida
LEGISLATIVO
Mantido veto de projeto que prevê leitos separados para mães de natimortos
POLÍCIA
Homem é preso com rifle e munições em estrada vicinal
BRASIL
Bebianno é confirmado como ministro da Secretaria-Geral da Presidência

Mais Lidas

TERRA ROXA
Homem é encontrado morto com lesão na cabeça em Dourados
BORORÓ
Adolescente morre ao tocar em cerca elétrica em Dourados
DOURADOS
Homem que energizou cerca onde menor morreu é preso em flagrante por homicídio
FAZENDA
Sobrinho de prefeito de MS é sequestrado e executado no Paraguai