Menu
Busca quinta, 20 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
EXPO PARAGUAI

CIN leva empresários de MS para conhecer indústrias locais

12 julho 2018 - 15h50

O CIN (Centro Internacional de Negócios) do IEL levou, ontem (11/07), os empresários de Mato Grosso do Sul que participam da Expo Paraguai, feira realizada em Assunção, capital do Paraguai, para conhecer as indústrias brasileiras e paraguaias instaladas no país vizinho.

O grupo integra a missão empresarial organizada pela Fiesc com apoio da Fiems e do Sebrae/MS à Feira, que começou na última segunda-feira (09/07) e segue até sexta-feira (13/07), para fomentar negócios voltados a participação de empresas brasileiras no comércio internacional, oportunizando que empresários possam identificar e prospectar parceiros comerciais e tecnológicos e analisar o mercado internacional.

Os empresários sul-mato-grossenses conheceram a empresa Schadek, que fabrica óleo lubrificante para o setor automotivo em Santa Catarina e, desde o início deste ano, está instalada no Paraguai, e, em seguida, a missão empresarial conheceu a linha de produção da Mazzei, indústria de alimentos paraguaia que exporta para mais de sete países como China e Turquia.

Na Schadek, o grupo teve a oportunidade de observar in loco a experiência de um brasileiro que expandiu os negócios para o país vizinho e, além de observar a infraestrutura necessária para o funcionamento da empresa, puderam tirar dúvidas sobre os processos de logística, contratação de mão de obra, capacitação, entre outros.

“O principal objetivo desta visita era que os empresários que participam da nossa missão tivessem acesso e contato com um brasileiro que se instalou no Paraguai, para que ele pudesse compartilhar como foi o processo, as leis trabalhistas, ambientais, prefeitura, bombeiro, o passo a passo mesmo de como prosseguir”, afirma a gerente do CIN do IEL, Nathália Alves.

Empresário que integra a missão, Luis Renato Pedroso, diretor da Ecopneu, de Campo Grande (MS), destacou da visita a oportunidade de compartilhar experiências com um empresário bem-sucedido que atua no país vizinho. “A reunião foi muito importante porque eles foram muito claros e específicos na orientação de como abrir uma empresa no Paraguai, como é o mercado local, como funcionam os processos, desde a abertura até a venda dos produtos, então ficamos muito satisfeitos com estes esclarecimentos”, disse.

Sobre a Mazzei, a gerente do CIN ressaltou os aspectos da regulamentação sanitária praticada no Paraguai.  "Foi muito interessante porque conseguimos verificar na prática como funciona a regulamentação da fabricação de alimentos no Paraguai, e passamos a enxergar o país como plataforma para exportação global”, avaliou.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
UEMS abre inscrições para o Mestrado em Ensino em Saúde
MUNDO NOVO
Integrante do PCC que fugiu de presídio é preso na região de fronteira
DRENO
Bolsonaro passa por procedimento para tirar líquido no abdômen
OPERAÇÃO OIKETICUS
Tenente-coronel é condenado a 3 anos de prisão por obstrução da Justiça
ECONOMIA
Brasileiros poderão receber remessas do exterior em reais
JUSTIÇA
Comerciante é condenado por vender bebida alcoólica a menor
FIT
Orquestra UFGD abre hoje o 9º Festival de Teatro de Dourados
CORUMBÁ
Tráfego na MS-184 é liberado após recuperar ponte de madeira
ECONOMIA
STF mantém decisão que manda corrigir saldo do FGTS no Plano Collor 2
PREVENÇÃO
Centros de assistência de saúde mental ajudam na prevenção ao suicídio

Mais Lidas

DOURADOS
Colisão frontal mata passageiro de caminhonete e deixa três pessoas feridas
DOURADOS
Homem esfaqueado pelo filho morre no Hospital da Vida
DOURADOS
Polícia fecha entreposto de drogas e prende três no Jardim Colibri
BR-163
Acidente envolvendo caminhão e caminhonete deixa dois em estado grave e um morto