Menu
Busca terça, 25 de junho de 2019
(67) 9860-3221
ICMS

Chega à AL proposta que deve baratear litro do diesel

17 junho 2015 - 11h23

O preço do litro de óleo diesel tende a cair R$ 0,15 para o consumidor sul-mato-grossense nos próximos meses. Isso porque o governo estadual apresentou nesta quarta-feira, dia 17 de junho, à Assembleia Legislativa, projeto de lei que reduz de 17% para 12% a alíquota de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre o combustível.

Segundo o site Midiamax, a proposta foi levada pessoalmente pelo governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), à casa de leis. “É uma atitude ousada, que fizemos mesmo com a retração da economia, mas esperada há muito tempo pelo setor”, disse ele.

O presidente da Assembleia, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), espera acordo de lideranças para votar o projeto em regime de urgência, já que a redução deve ser começar a valer partir de 1º de julho. A título de experiência, deverá valer até 31 de dezembro próximo: “nossa intenção é manter depois”, emendou Reinaldo.

Para continuar valendo, a redução na alíquota deve refletir em aumento no consumo. Segundo dados do governo, o projeto resultará em perdas de receita da ordem de R$ 4 milhões a R$ 7 milhões ao mês, ao passo que o principal compromisso entre o Executivo e donos dos postos é conseguir elevar o volume de vendas ao consumidor final.

A estimativa de queda do preço na bomba, de R$ 0,15, foi citada por Mário Cesar Neves, da diretoria do Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência), e deve ocorrer gradativamente tão logo o projeto seja aprovado. Segundo ele, a redução da alíquota traz igualdade com relação ao mercado competitivo – o governador citou, principalmente, os estados de São Paulo e Paraná.

O governo irá monitorar o mercado para identificar se, na prática, o projeto vai funcionar. “Esta medida abrange toda a cadeia produtiva, o comércio, a indústria, o agronegócio, e foi feita em cima da responsabilidade de todos. A redução vai chegar às bombas e, com o incremento no consumo, cobrir as perdas de receita”, observou o governador.

###Energia elétrica
Reinaldo também reiterou proposta de reduzir a alíquota de ICMS sobre a tarifa de energia elétrica. Segundo ele, estudos estão sendo feitos neste sentido.

O pedido do setor produtivo é reduzir a alíquota em 5%. O governador não falou em prazo, mas a previsão até o momento é que uma proposta seja formalizada ainda este ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Preço médio da gasolina fica R$ 0,05 mais barato em Dourados
BRASIL
Mais de 53,5 milhões de pessoas já se vacinaram contra a gripe
DOURADOS
Suspeito de pelo menos 10 furtos a comércios é preso em Dourados
LEGISLATIVO
Deputados devem votar cinco projetos na sessão ordinária desta terça-feira
LUTO
Ex-deputado de MS morre durante viagem ao Paraná
MUNDIAL
Itália, China, Holanda e Japão jogam pelas oitavas da Copa feminina
DOURADOS
Jovem morre ao bater moto contra carreta parada no Água Boa
DOURADOS
Homem escapa de tiros na Vila Toscana; ex-namorada e o atual dela seriam os autores
LEGISLATIVO DE MS
Solenidade marca 40 anos da 1ª Constituição do Estado e da ALMS
DOURADOS
Trans e namorado são presos suspeitos de extorquir cliente após programa

Mais Lidas

POLÍCIA
Gangue invade festa e esfaqueia três adolescentes em Dourados
HOSPITAL DA VIDA
Jovem morre horas após acidente de moto
DOURADOS
Moto com mais de R$ 20 mil em multas é apreendida após flagra de excesso de velocidade
VICENTINA
Colisão frontal mata homem na MS-376