Menu
Busca terça, 18 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
POLÍCIA MILITAR

Candidata míope consegue reverter desclassificação em concurso

06 dezembro 2018 - 18h05Por Da Redação

Em decisão liminar, a 1ª Vara de Fazenda Pública e de Registros Públicos de Campo Grande concedeu pedido de tutela provisória de urgência possibilitando a participação de I.P.M.A. na 4ª fase do concurso da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul e nas demais fases que se seguirem, se classificada.

Em alegações, a autora afirmou que participa de concurso público de provas e título para ingresso no quadro de oficiais de saúde da Polícia Militar de MS, concorrendo a vaga de médico veterinário clínica médica ou cirurgia de pequenos animais. Narra que o concurso é composto de cinco fases, tendo sido aprovada na 1ª fase (prova escrita objetiva) e na 2ª fase (exame de aptidão mental), classificada em 4º lugar. 

Contudo, ao ser submetida à 3ª fase do concurso (exame de saúde), foi surpreendia com a declaração de sua inaptidão, sob o argumento de não apresentar acuidade visual (clareza de visão) com índice mínimo. 

Argumenta que a decisão da banca mostra-se ilegal, inconstitucional, injusta, precária e sem fundamento médico-legal da junta de saúde. Requer que seja declarado nulo o ato que declarou sua inaptidão, possibilitando sua participação nas demais fases do concurso, com data já agendada.

Segundo o juiz que proferiu a decisão, Paulo Henrique Pereira,  não parece razoável tampouco proporcional a declaração de inaptidão da impetrante na 3ª fase do concurso da PMMS. Em laudo, apresentado nos autos, o grau de acuidade visual da autora apenas não atende o mínimo, registrada miopia de -1,25 em ambos os olhos, atingindo acuidade visual normal corrigida.

"Pelo que se vê, o problema visual da requerente é de pequena monta e perfeitamente corrigível com o uso de óculos, lentes de contato ou cirurgia, não sendo razoável a imposição dos limites do edital do concurso, vez que a capacidade física e saúde da impetrante não se mostra de modo algum afetada por seu problema visual, não havendo que se falar em comprometimento do exercício da função a que concorre", conclui o juiz.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Centro de monitoramento vai agilizar atendimento nas rodovias estaduais
ELLA E REALCE COSMÉTICOS
Eu apoio o projeto Natal para Todos - Dourados Brilha
PAUTA
STF julgará em abril validade de prisão de condenados na 2ª instância
FÁTIMA DO SUL
Incêndio destrói casa e mulher suspeita de envolvimento do ex no caso
UFGD
Mural mostra aumento de 80% em relatos positivos ao HU de Dourados
TELEVISÃO
“A Reunião”, encontro de ex-participantes dos “MasterChef”, nesta terça
SIDROLÂNDIA
Traficante é preso depois de capotar caminhonete com maconha
FUTEBOL
Conmebol sorteia os grupos da Libertadores 2019; veja rivais dos brasileiros
PROCURADOS
Paraguai expulsa mais três integrantes de grupo criminoso brasileiro
PRAZO
Terminam hoje as inscrições para o concurso da PRF com 500 vagas

Mais Lidas

DOURADOS
Jovem faz desabafo sobre a morte do pai em confronto: “lamento por você ter escolhido esse caminho”
DOURADOS
“Batida” acaba com festa lotada de menores e regada a bebida alcoólica
DOURADOS
Délia exonera cinco secretários de uma só vez e inicia reforma administrativa
POLÍCIA
Jovem é baleada em tentativa de assalto em Dourados