Menu
Busca sexta, 22 de março de 2019
(67) 9860-3221
RURAL

Atingida pela estiagem, produtividade da soja terá queda de 10,9%

10 janeiro 2019 - 21h50Por Da Redação

O acompanhamento mensal da safra de grãos realizado pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), divulgado nesta quinta-feira, dia 10 de janeiro, destaca mais uma consequência negativa da estiagem registrada em Mato Grosso do Sul. 

A primeira pesquisa foi divulgada na 1ª semana de janeiro, quando a Aprosoja (Associação de Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul), por intermédio do monitoramento realizado em todas regiões do Estado no Siga Web, confirmou que o percentual de produção terá uma queda na produção de, no mínimo, 11%. 

Cabe destacar que a estimativa inicial de produção para o Estado foi de 10 milhões de toneladas, caracterizando uma super safra, obtida em 2,82 milhões de hectares semeados para o ciclo 2018/2019. 

Segundo o diretor executivo da associação, Frederico Azevedo, ainda é cedo para estabelecer dados de perdas, visto que a colheita começou a pouco tempo.

"Como estamos na metade da safra, há de se esperar a consolidação da colheita para confirmarmos de quanto será o índice de perda ou recuperação. O produtor acaba trabalhando com a média geral de produção de sua propriedade, sendo que é normal haver variações por variedade plantada, época de plantio e talhão plantado, entre outros fatores", explica. 

Azevedo acrescenta que para as variedades de soja que tiveram ciclos mais curtos ou foram plantadas a partir do fim do vazio sanitário em 15 de setembro, as perdas serão irreversíveis. 

"Como a semeadura deu-se de forma espaçada, ou seja, foram registrados plantios até 16 de novembro, há possibilidade real de manutenção de produtividade nas outras lavouras. O fato de ainda estarmos na metade do ciclo indica ainda a possibilidade de uma recuperação da produtividade, entretanto, fato é que uma super safra no MS como era esperada dificilmente irá se concretizar", conclui o diretor da Aprosoja/MS.

PRODUTIVIDADE

Uma das análises feitas pela equipe técnica da Conab aponta que a instabilidade climática resultou em estiagem em algumas regiões do Estado. O impacto imediato será verificado no volume de produção e na produtividade de sacas colhidas por hectare. A estimativa é de que aconteça uma quebra de 10,9%, o que representa diminuir de  3.593 kg/ha da safra anterior para 3.200 kg/ha. 

A justificativa técnica para esta previsão destaca que o estresse hídrico e as temperaturas elevadas resultou no amarelamento precoce das folhas, e em casos mais graves no total murchamento. 

Além disso houve antecipação da maturação das lavouras mais antigas, que foram semeadas em setembro e início de outubro, prejudicando a floração e o enchimento de grãos das demais lavouras. 

De acordo com a Conab, a definição geral das perdas só será possível após a normalização do clima, pois está acontecendo muita variação no período de chuvas, que oscilam entre 12 e 25 dias. 

CENÁRIO ATUALIZADO

Conforme o monitoramento realizado na última semana de dezembro, cerca de 20% das lavouras de soja de Mato Grosso do Sul encontravam-se em fase vegetativa, 35% em floração, 40% na etapa de enchimento dos grãos e 5% já em fase de maturação. 

Sobre a qualidade das lavouras, a avaliação dos técnicos da Conab é de que 35% estão boas, 55% em situação regular e 10% ruins. Em contrapartida, a informação positiva é de que pragas e doenças não tiveram registros considerados relevantes, em razão da rapidez no combate aos problemas identificados. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Trio que matou e roubou cabeleireiro é condenado a 62 anos de cadeia
SIDROLÂNDIA
Quadrilha que planejava crimes pelo whatsapp é desarticulada
DOURADOS
Vigilância volta a reforçar apelo no combate ao Aedes após primeira morte por dengue
PRÊMIOS
Loterias sorteiam R$ 16 milhões até amanhã
BR-463
Polícia apreende relógios, roupas e até cadeados contrabandeados
JUSTIÇA
Loja é condenada a indenizar mulher fraturada após queda de toldo
FISCALIZAÇÃO
Sistema eletrônico da Ouvidoria da Agepan é simplificado para facilitar utilização
BRASIL
Em nova visita, Marun diz que Temer está inconformado com prisão
CAARAPÓ
Abordagem termina com homem flagrado com armas e munições
MARIA DA PENHA
Viva Mulher atende, em média, 2 casos de violência por dia em Dourados

Mais Lidas

HU
Dengue hemorrágica causa morte de menino de 11 anos em Dourados
DOURADOS
Tripla colisão deixa dois feridos em cruzamento movimentado
DOURADOS
Universitária morre no HV quatro dias após acidente de moto
RIO BRILHANTE
Dono de oficina baleado pela manhã morre no Hospital da Vida