Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
(67) 99659-5905
EXPORTAÇÕES

Árabes elevam em 308% as compras de carne bovina de MS

07 novembro 2019 - 10h51Por André Bento

Mato Grosso do Sul faturou US$ 551,3 milhões neste ano com a exportação de 149,8 mil toneladas de carne bovina in natura. As altas de 40,76% no volume e de 25,71% na receita no comparativo com os 10 primeiros meses de 2018 foram motivadas, sobretudo, pelo maior interesses dos árabes nesse produto sul-mato-grossense.

Esses dados constam no mais recente boletim casa rural da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária) do Estado. O levantamento mostra que de janeiro a outubro do ano passado haviam sido vendidas 106,4 mil toneladas no mercado internacional, com faturamento de US$ 438,6 milhões.

As altas nas vendas ocorrem porque Emirados Árabes Unidos e Egito, dois dos cinco principais compradores da carne sul-mato-grossense, passaram a comprar mais. No caso dos árabes, aumento expressivo no valor, de 308,33%, e dos egípcios, de 87,68%.

Além disso, segundo a Famasul, o mês de outubro marca o início dos embarques de carne bovina in natura para a China, que importou 214 toneladas e pagou US$ 1,2 milhão.

Somente no mês passado, o setor produtivo estadual comercializou 16,3 mil toneladas de carne bovina com faturamento de US$ 61,7 milhões.

Em convulsão social desde outubro, quando tiveram início dos protestos populares contra medidas governamentais, o Chile é quem mais compra a carne bovina produzia em Mato Grosso do Sul. De janeiro a outubro, o vizinho sul-americano importou 28.395.194 quilos e injetou US$ 113,1 milhões na economia estadual.

Ainda com base em dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a Famasul detalha que Hong Kong comprou 22.963.146 quilos e pagou US$ 75,4 milhões, Emirados Árabes Unidos 15.105.343 quilos e US$ 53,6 milhões, Egito 14.738.554 e US$ 45,5 milhões, Irã 12.044.068 e US$ 41,9 milhões, e Arábia Saudita 11.671.690 e US$ 40,5 milhões.

Também integram a lista de parceiros comerciais o Uruguai, que importou 9.318.232 quilos de carne bovina sul-mato-grossense e pagou US$ 34,1 milhões, Israel (4.351.204 quilos e US$ 20,2 milhões), Líbano (4.048.300 quilos e US$ 18,5 milhões), e Itália (2.217.242 quilos e US$ 12,7 milhões).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pai recebe vídeo de bebê sendo forçado a beber pimenta e denuncia
INFLUENZA
Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 30 de junho
SAÚDE
Cartilha na língua terena informa sobre cuidados com a Covid-19
PAGAMENTO
Salário dos servidores estaduais estará dispinívels no dia 05 de junho
TRÊS LAGOAS
Polícia investiga morte de bebê de seis meses após queda de carrinho
ECONOMIA
Saque aniversário do FGTS poderá ser usado para garantir empréstimos
TRÁFICO
Polícia apreende 743 quilos de maconha que seguiria para a Capital
RECURSOS
Estado repassa R$ 6 milhões para auxiliar ações na saúde de Dourados
ECONOMIA
Novo Plano Decenal de Energia trará ajustes por causa da pandemia
DOURADOS
Bancários empossam nova diretoria no domingo

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown