Menu
Busca segunda, 23 de abril de 2018
(67) 9860-3221
BANNER CORPAL TOPO SITE

Aquicultura do MS receberá R$ 4,4 milhões do governo federal

15 dezembro 2012 - 13h38

Durante reunião da Câmara Temática Pesca e Aquicultura, do Colegiado do Território da Cidadania da Grande Dourados, que aconteceu nesta sexta-feira, dia 14 de dezembro, na UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), o superintendente do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), Luiz David Figueiró, anunciou o repasse de verba federal para o Mato Grosso do Sul no valor total de R$ 4,43 milhões para investimento no setor.

Serão R$ 2.780.000,00 destinados ao “Centro de Piscicultura Experimental, Treinamento e Difusão Tecnológica da Grande Dourados”, que será implantado na fazenda da UFGD; e R$ 450.000,00 para as “Ações da Incubadora de Tecnologias Sociais e Solidárias (ITESS) para o Desenvolvimento da Aquicultura e Pesca no Território da Cidadania da Grande Dourados”, também da Universidade. A Embrapa Agropecuária Oeste receberá R$ 1.200.000,00 para o "Desenvolvimento de tecnologias aplicadas à cadeia do pescado do Território da Grande Dourados".

Para o reitor da UFGD, Damião Duque de Farias, essas pesquisas contribuem com o processo de organização e avanço da Instituição, pois qualifica a Universidade como instrumento para o desenvolvimento regional e reafirma o compromisso social de capacitação de pessoas.

Os projetos foram articulados e tiveram recursos viabilizados pelo senador da República Delcídio do Amaral e pelo deputado federal Vander Loubet, que estiveram presentes na reunião. Vander destacou a importância de se investir em pesquisa, tecnologia e capacitação de mão-de-obra.

Já o senador Delcídio chamou a atenção para o grande potencial de produção de pescado que o MS possui. “Estamos com todos os instrumentos necessários para projetar o estado no setor do pescado, por isso é preciso um nível de utilização absolutamente amplo”, destacou o senador. Sobre a parceria entre a Universidade e a Embrapa, Delcídio afirmou: “Vocês são os motores desse futuro no qual nós acreditamos. Nós somos apenas os tarefeiros em Brasília para que vocês tenham sucesso”.

A parceria entre as instituições também foi objeto do discurso do delegado federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário, João Grandão. Para ele, “o Território da Cidadania possibilita que vários projetos que seriam realizados separadamente, sejam realizados juntos. É um trabalho de várias mãos”.

Luiz David Figueiró, superintendente do MPA, explicou, ainda, que o pescado precisa ser visto com outros olhos. “Nós temos que entender que peixe não é bicho, é recurso”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Motorista sem CNH atropela criança de 5 anos a caminho da escola
SELEÇÃO
UEMS abre inscrições para processo seletivo de Tutores a Distância
CAMPO GRANDE
Motorista leva dois tiros durante golpe falso frete
TRIBUNAIS
Conselho de Justiça inicia inspeção ordinária no Poder Judiciário de MS
RIO BRILHANTE
Morador de São Paulo aciona polícia de MS para livrar a irmã de cárcere
MODERNIZAÇÃO
Assembleia implementa projeto de acessibilidade no Palácio Guaicurus
UFGD
Colóquio debaterá o direito à educação em contextos de privatização
ACIDENTE
Motorista campo-grandense morre atropelado por carro em rodovia de SP
ELEIÇÕES
PT reafirma candidatura de Lula para presidente da República
POLÍCIA
Dois são presos com veículos que seriam utilizados para contrabando

Mais Lidas

BR-163
Homem é preso com carro de luxo comprado pelo “Finanzinho”
JARDIM RASSELEN
Após furtar produtos de atacadista homem é detido por populares
TRÊS LAGOAS
Morre vítima de acidente com carreta; filho revelou tentativa de suicídio
MARACAJU
Homem com várias passagens pela polícia é encontrado degolado