Menu
Busca sexta, 19 de outubro de 2018
(67) 9860-3221

Aquicultura do MS receberá R$ 4,4 milhões do governo federal

15 dezembro 2012 - 13h38

Durante reunião da Câmara Temática Pesca e Aquicultura, do Colegiado do Território da Cidadania da Grande Dourados, que aconteceu nesta sexta-feira, dia 14 de dezembro, na UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), o superintendente do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), Luiz David Figueiró, anunciou o repasse de verba federal para o Mato Grosso do Sul no valor total de R$ 4,43 milhões para investimento no setor.

Serão R$ 2.780.000,00 destinados ao “Centro de Piscicultura Experimental, Treinamento e Difusão Tecnológica da Grande Dourados”, que será implantado na fazenda da UFGD; e R$ 450.000,00 para as “Ações da Incubadora de Tecnologias Sociais e Solidárias (ITESS) para o Desenvolvimento da Aquicultura e Pesca no Território da Cidadania da Grande Dourados”, também da Universidade. A Embrapa Agropecuária Oeste receberá R$ 1.200.000,00 para o "Desenvolvimento de tecnologias aplicadas à cadeia do pescado do Território da Grande Dourados".

Para o reitor da UFGD, Damião Duque de Farias, essas pesquisas contribuem com o processo de organização e avanço da Instituição, pois qualifica a Universidade como instrumento para o desenvolvimento regional e reafirma o compromisso social de capacitação de pessoas.

Os projetos foram articulados e tiveram recursos viabilizados pelo senador da República Delcídio do Amaral e pelo deputado federal Vander Loubet, que estiveram presentes na reunião. Vander destacou a importância de se investir em pesquisa, tecnologia e capacitação de mão-de-obra.

Já o senador Delcídio chamou a atenção para o grande potencial de produção de pescado que o MS possui. “Estamos com todos os instrumentos necessários para projetar o estado no setor do pescado, por isso é preciso um nível de utilização absolutamente amplo”, destacou o senador. Sobre a parceria entre a Universidade e a Embrapa, Delcídio afirmou: “Vocês são os motores desse futuro no qual nós acreditamos. Nós somos apenas os tarefeiros em Brasília para que vocês tenham sucesso”.

A parceria entre as instituições também foi objeto do discurso do delegado federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário, João Grandão. Para ele, “o Território da Cidadania possibilita que vários projetos que seriam realizados separadamente, sejam realizados juntos. É um trabalho de várias mãos”.

Luiz David Figueiró, superintendente do MPA, explicou, ainda, que o pescado precisa ser visto com outros olhos. “Nós temos que entender que peixe não é bicho, é recurso”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Homem atropelado por motorista em fuga morre quase 2 meses após acidente
UFGD
Inscrições para fiscais externos do vestibular terminam hoje
MÚSICA
Banda douradense lança clipe nesta sexta-feira no YouTube
VIOLÊNCIA
Homem é preso por estupro de menina de 7 anos e ameaça a mãe da vítima
FUTURO
Terminam nesta sexta as inscrições para o Vestibular da UFGD
TRÁFICO
Justiça ouve testemunhas para julgamento do filho de desembargadora
ACORDOS
Agendamento para Semana da Conciliação termina nesta sexta-feira
SIDROLÂNDIA
Criança morre ao ser atingida por disparo acidental em assentamento
TEMPO
Sexta-feira nublada com possibilidade de chuva em Dourados
UAU
Mariana Goldfarb relembra foto em que aparece nua na praia

Mais Lidas

MARACAJU
Empresário douradense e filho morrem em acidente na BR-267
DOURADOS
Afogamento de africano ocorreu após apostar garrafa de cachaça com colega
DOURADOS
Mulher é condenada a 12 anos de prisão pela morte do ex-marido
DOURADOS
Corpo de homem que morreu afogado em lago é encontrado