Menu
Busca quarta, 19 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
MAIS CARO

ANS autoriza reajuste e planos de saúde ficarão 13,55% mais caros

05 junho 2015 - 09h31

A ANS (Agencia Nacional de Saúde) autorizou, e os planos de saúde individuais e familiares vão ficar até 13,55% mais caros. Esse aumento é mais do que o dobro da inflação do ano passado. É o maior desde que a ANS foi criada, há 15 anos.

A ANS justificou o índice alto com os custos do setor, como investimento em novas tecnologias. Além de considerar a média dos reajustes dos planos de saúde coletivo definidos em negociação entre empresas e operadoras.

“O reajuste dos planos coletivos, que a ANS usa como base para reajustar os individuais, não é controlado pela Agência. Então, como é que você pode ter um reajuste fixado pela Agência, que tem como base um reajuste que a Agência não controla.”, comenta a advogada Melissa Areal Pires.

Os boletos, já mais caros, com os novos valores, devem começar a chegar a partir de julho. E o consumidor tem que estar com o bolso preparado, porque as operadoras também foram autorizadas a cobrar o retroativo.

Os planos são corrigidos no mês que os contratos fazem aniversário. Só que o reajuste anunciado agora vale desde maio. Então, quem tem planos que fizeram aniversário no mês passado e fazem agora em junho é que vão pagar o retroativo, porque ainda não deu tempo de cobrar o valor novo. Para ficar mais claro, vamos supor que a mensalidade custe R$100. Quando a pessoa receber o boleto em julho, vem com o aumento, e mais a diferença referente ao mês que não foi cobrado.

Operadoras decidem de quanto será a correção

Quem tem plano fazendo aniversário em maio paga o retroativo duas vezes, em julho e agosto. Para os planos com aniversário este mês, só paga um, no boleto de julho.

Do jeito que vai, Dona Lourdes vai ter que pensar em um outro plano para continuar com saúde.

“Eu vou pagar quase R$ 2,1 mil de plano de saúde. Tá dando dor de cabeça sim. É revoltante, é revoltante mesmo.”, afirma a aposentada Lourdes Senna.

A Agência Nacional de Saúde disse que os 13,5% de reajuste é o índice máximo. As operadoras é que vão decidir, dentro desse limite, de quanto será a correção nas mensalidades.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES 2018
Candidato do PSOL ao governo diz que pretende encarar o crime organizado com tecnologia
NOVA ANDRADINA
Menor é detida após bater na mãe por não querer estudar
NEGÓCIOS
Sesi continua com inscrições abertas para credenciamento de prestadores de serviços
CONCURSO
Diário Oficial traz resultado preliminar da Prova de Digitação do concurso da Polícia Civil
SHOW
Dourados recebe Zé Ramalho dia 19 de outubro
JUSTIÇA
TJ considera Lei que proibia Uber inconstitucional e transporte se torna legal em Dourados
ESPORTE
STJD rejeita pedido do Palmeiras para impugnar final do Paulistão
DOURADOS
Quase 70% das compras do Dia das Crianças vão ocorrer na semana da comemoração
FAMOSOS
Nasce segundo filho de Wesley Safadão e Thyane Dantas
LIBERTADORES
Cruzeiro encara o Boca hoje na Bombonera

Mais Lidas

DOURADOS
Idoso encontrado morto na pedreira foi vítima de latrocínio
MS-164
Trio é flagrado com mais de 1t de maconha no Copo Sujo
DOURADOS
Colisão frontal mata passageiro de caminhonete e deixa três pessoas feridas
DOURADOS
Homem esfaqueado pelo filho morre no Hospital da Vida