Menu
Busca quinta, 21 de março de 2019
(67) 9860-3221

Dólar comercial abre em alta cotado a R$ 2,935

02 dezembro 2003 - 10h00

O dólar comercial abriu hoje em alta de 0,30%, cotado a R$ 2,935. Ontem, a moeda dos EUA fechou em baixa de 0,71%, vendida a R$ 2,926. O mercado de câmbio vai monitorar hoje de perto os rumos do C-Bond, principal título da dívida externa brasileira, e do risco-país, depois do forte otimismo sinalizado na véspera por esses indicadores.Ontem, o C-Bond fechou negociado pela maior cotação da sua história: 97,437% do valor de face. Emitidos em 1994, os C-Bonds possuem vencimento em 15 de abril de 2014. Nos últimos dias, o mercado financeiro especulou que o governo poderá exercer a opção de recompra dos títulos.Uma recompra dos papéis ajudaria a melhorar o perfil de endividamento do país, aumentando as chances de uma elevação do "rating" (nota de risco) do Brasil pelas agências de classificação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Homem que morreu ao cair com carro em córrego tinha 24 anos
SUPREMO
STF decide se MP pode obter dados da Receita sem autorização judicial
DOURADOS
Danos em transformador deixa Detran sem energia há quase 24h
DOURADOS
Mulher tem carro roubado ao estacionar na Rodoviária
CAPITAL
1º Seminário Estadual da Água nesta sexta-feira na Assembleia
CORRUPÇÃO
Policial preso na 3ª fase da Pregão é afastado de suas funções pelo governo
DOURADOS
Universitária morre no HV quatro dias após acidente de moto
SHOWS ESPECIAIS
Turnê de Sandy e Junior é para reviver e nunca mais esquecer, diz diretor
POLÍCIA
PF é acusada de transferir testemunha da Bolívia para MS ilegalmente
SORTE
Aposta única acerta as seis dezenas e fatura R$ 32 milhões na Mega-Sena

Mais Lidas

PREJUÍZO
Chuva forte derruba árvores e deixa ruas alagadas em Dourados
IMPETUS
“Central de inteligência” do PCC que planejava matar servidores de MS é desarticulada na PED
PONTA PORÃ
Chuva forte causa transtornos e casal cai de moto em meio a enxurrada; veja vídeo
DOURADOS
Defesa Civil mantém alerta com “chuvarada” que deve continuar na região