Menu
Busca terça, 19 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
RIO IGUATEMI

Dois são autuados por pesca em piracema

13 fevereiro 2018 - 16h35Por Da redação

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo, que trabalha na operação Carnaval realizava fiscalização nesta segunda-feira (12) e autuou dois pescadores por pesca predatória. Os infratores, residentes em Mundo Novo, foram abordados, quando iniciariam uma pescaria ilegal no rio Iguatemi.

Eles estavam com um barco, um motor de popa e tinham iscas vivas, 25 anzóis de galho e uma fisga (petrechos proibidos), além de duas carretilhas de pesca com varas. Os pescadores alegaram que iriam testar o motor de popa no rio.

Os materiais foram apreendidos e as iscas foram soltas no habitat natural. Os pescadores, de 35 e 44 anos, foram atuados administrativamente e multados em R$ 700 cada um. Eles também responderão pelo crime ambiental de pesca predatória. Se condenados, poderão pegar pena de um a três anos de detenção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Promotores vão à Câmara entregar documentos de investigação contra vereadores
CORONEL SAPUCAIA
Ação conjunta prende dupla e apreende menor suspeito de roubo
DOURADOS
"Lata de sardinha": universitários sofrem com ônibus lotados para chegar até Universidades
AÇÃO DA PF
Apresentação realizada na Capital deu nome à Operação da PF
ARTIGO
A difícil arte de ser honesto
PREVENÇÃO
SES ressalta sobre cuidados para prevenir dengue
CRIME EM 10 DE FEVEREIRO
Acusados de matar jovem a facadas em Dourados se apresentam à polícia
DOURADOS
Clínica Veterinária Unigran é a única que atende animais silvestres na região da Grande Dourados
GERAL
PF prende presidente da CNI, Robson Andrade
FUTEBOL DE BASE
CBF define adversário do Sete na Copa do Brasil Sub-20

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Motociclista atropela, mata criança de 1 ano em Dourados e foge do local
DOURADOS
Motorista tenta desviar de outro veículo e bate carro em árvore
NOVA ANDRADINA
Mãe de 16 anos mata filha de apenas 21 dias
DOURADOS
Um ano após pedido de demissão, ex-secretário de Délia retorna à prefeitura