Menu
Busca sábado, 21 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Diretor da UNE convoca UEMS para congresso nacional

24 maio 2011 - 14h52

O diretor executivo da União dos Estudantes (UNE), Patrique Lima, responsável pela comunicação da entidade, esteve na UEMS na manhã desta terça-feira. O objetivo da visita foi ampliar a divulgação do 52° Congresso da UNE (Conune) que acontecerá em Goiânia (GO) de 13 a 17 de julho.

De acordo com Patrique Lima, há duas formas de participação no congresso: como delegado ou observador. “A diferença é que o delegado tem poder de voto e o observador tem poder de voz, pode propor ou manifestar-se a respeito dos temas tratados”, explica.

Para o congresso é eleito um representante de cada campus universitário, e dois representantes dos campi com mais de dois mil alunos. Dessa forma, a UEMS poderá enviar até 16 representantes para o congresso. A expectativa dos organizadores é que a edição do Conuni em 2011 atraia 10 mil estudantes de todo o Brasil.

Pauta do congresso

No Conuni desse ano serão tratados temas diretamente ligados ao futuro da educação brasileira. O primeiro deles é uma luta que vem sendo encampada por diversos movimentos sociais brasileiros, a destinação de 10% do PIB do País para a educação. “Isso causaria um grande impacto no desenvolvimento da infraestrutura educacional do Brasil e aumentaria muito a capacidade de investimentos públicos na educação”, diz Patrique Lima.

A segunda pauta é a aprovação do novo Plano Nacional de Educação (PNE). “Este plano é válido por 10 anos e o atual já venceu. Nós precisamos urgentemente de um novo PNE que contemple as atuais necessidades da educação brasileira”, explica o representante da UNE.

A última pauta, e mais polêmica, é a validação de uma lei, já aprovada pelo congresso e senado, que destina 50% do fundo social do pré-sal para a educação. Depois de tramitada nas duas casas de lei do congresso, a lei foi vetada no final do último governo. Após a decisão do executivo, a lei volta para o congresso que apreciará o veto, aceitando-o ou rejeitando-o. “Nossa luta será para que a lei de fato seja aprovada. Com o recurso do pré-sal os recursos investidos em educação no Brasil seriam triplicados”, afirma o diretor executivo da UNE.

Inscrições

Até o dia 15 de junho o custo da inscrição é de R$ 50. Depois disso, até o dia primeiro de julho, as inscrições sobem para R$ 75. E, finalmente, de 1º de julho em diante as inscrições ficam em R$ 100. O valor prevê três alimentações diárias, transporte, alojamento e direito a participação em todos os eventos acadêmicos e culturais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES 2018
PDT lança Odilon ao governo e se alia ao Pros e Podemos
CAMPO GRANDE
Mulher morre ao bater carro na traseira de caminhão parado
SUB-19
Sete sai na frente, toma a virada e perde a liderança para o União ABC
FLAGRANTE
Maconha apreendida em Dourados deve chegar a 2t
FUTEBOL DE BASE
Fase quartas de final do Estadual Sub-17 começa neste sábado
DOURADOS
Trio armado invade lanchonete e leva dinheiro de comerciantes
DOURADOS
Polícia apreende carreta na Presidente Vargas com droga que seria levada até SP
EDUCAÇÃO
Saiba como ampliar o prazo de financiamento do Fies
ÁGUA BOA
Ferido com tiro durante comemorações na Copa é preso com drogas em Dourados
LAMA ASFÁLTICA
Advogado de Puccinelli diz que apenas defesa de Lula entra com HC no plantão

Mais Lidas

ALBINO COM A JOAQUIM
Músico morre quatro dias após acidente no Centro de Dourados
LAMA ASFÁLTICA
Puccinelli, filho e advogado são presos na Capital
DOURADOS
Vereador é assaltado por dupla armada ao chegar em casa
CAARAPÓ
Ação conjunta prende trio suspeito de roubo a joalheria