Menu
Busca sábado, 17 de novembro de 2018
(67) 9860-3221

Diretor da UNE convoca UEMS para congresso nacional

24 maio 2011 - 14h52

O diretor executivo da União dos Estudantes (UNE), Patrique Lima, responsável pela comunicação da entidade, esteve na UEMS na manhã desta terça-feira. O objetivo da visita foi ampliar a divulgação do 52° Congresso da UNE (Conune) que acontecerá em Goiânia (GO) de 13 a 17 de julho.

De acordo com Patrique Lima, há duas formas de participação no congresso: como delegado ou observador. “A diferença é que o delegado tem poder de voto e o observador tem poder de voz, pode propor ou manifestar-se a respeito dos temas tratados”, explica.

Para o congresso é eleito um representante de cada campus universitário, e dois representantes dos campi com mais de dois mil alunos. Dessa forma, a UEMS poderá enviar até 16 representantes para o congresso. A expectativa dos organizadores é que a edição do Conuni em 2011 atraia 10 mil estudantes de todo o Brasil.

Pauta do congresso

No Conuni desse ano serão tratados temas diretamente ligados ao futuro da educação brasileira. O primeiro deles é uma luta que vem sendo encampada por diversos movimentos sociais brasileiros, a destinação de 10% do PIB do País para a educação. “Isso causaria um grande impacto no desenvolvimento da infraestrutura educacional do Brasil e aumentaria muito a capacidade de investimentos públicos na educação”, diz Patrique Lima.

A segunda pauta é a aprovação do novo Plano Nacional de Educação (PNE). “Este plano é válido por 10 anos e o atual já venceu. Nós precisamos urgentemente de um novo PNE que contemple as atuais necessidades da educação brasileira”, explica o representante da UNE.

A última pauta, e mais polêmica, é a validação de uma lei, já aprovada pelo congresso e senado, que destina 50% do fundo social do pré-sal para a educação. Depois de tramitada nas duas casas de lei do congresso, a lei foi vetada no final do último governo. Após a decisão do executivo, a lei volta para o congresso que apreciará o veto, aceitando-o ou rejeitando-o. “Nossa luta será para que a lei de fato seja aprovada. Com o recurso do pré-sal os recursos investidos em educação no Brasil seriam triplicados”, afirma o diretor executivo da UNE.

Inscrições

Até o dia 15 de junho o custo da inscrição é de R$ 50. Depois disso, até o dia primeiro de julho, as inscrições sobem para R$ 75. E, finalmente, de 1º de julho em diante as inscrições ficam em R$ 100. O valor prevê três alimentações diárias, transporte, alojamento e direito a participação em todos os eventos acadêmicos e culturais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Comissão sobre Escola sem Partido faz nova tentativa de votar relatório
POLÍTICA
Em encontro com Maia e Bolsonaro, governadores defendem votação de projetos para enfrentar crise
ECONOMIA
União já pagou este ano R$ 3,5 bi em dívidas atrasadas dos estados
TRÊS LAGOAS
Homem cai em golpe ao tentar comprar carro na internet
MATO GROSSO DO SUL
Edital para inserção de jovens no mercado de trabalho está aberto até dezembro
Processo visa a seleção de entidades que possam atuar, em parceria com a SED, no acompanhamento de estudantes, matriculados no ensino médio, para a atuação profissional.
TV
Samantha Schmütz celebra papel dramático em 'Carcereiros': 'Porta para o público me ver de uma maneira diferente'
CAPITAL
Motorista sem CNH fura sinal, foge da polícia e acaba preso dentro de casa
BRASIL
Defensoria Pública pede à Justiça manutenção de regras do Mais Médicos
FAMOSA
Susana Vieira abre o jogo sobre luta contra a leucemia: “Perguntei ao médico quando vou morrer”
CAPITAL
Mais de 20 acidentes foram registrados nesta madrugada em Campo Grande

Mais Lidas

DOURADOS
Carro fica submerso em túnel alagado e homem precisa quebrar o vidro para sair
DOURADOS
Chuva forte deixa ruas e até rodoviária alagada
DOURADOS
Bandido armado faz arrastão do Flórida ao Centro durante a noite
TRÁFICO
Mulher é presa em Dourados com maconha e haxixe escondidos em painel de carro blindado