Menu
Busca sexta, 21 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Direção abre a Máxima da Capital para desmintir "greve de fome"

09 dezembro 2003 - 18h17

A direção do Estabelecimento Penal de Segurança Máxima “abre” o local à imprensa para mostrar que a greve de fome que os presos estariam fazendo desde ontem seria uma armação. O presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários, Fernando Anunciação, informou que irá mostrar nas celas que há comida estocada.Sobre as denúncias de familiares de que 10 presos teriam sido agredido por policiais militares durante pente-fino realizado na sexta-feira, Anunciação negou violência. Ele também negou a falta de produtos de higiene pessoal, como familiares de presos também teriam dito.A greve de fome teria sido conduzida pelo detento José Severino da Silva, 33 anos, conhecido como “Cabecinha”. Ele seria ligado ao PCC.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIOCLÉCIO ARTUZI
Polícia divulga imagens de criança de 1 ano desaparecida em Dourados
APREENSÃO DE DROGAS
Farejadores flagram mais de 200kg de cocaína dentro de caminhão munck
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda pelo 3º dia, cotado a R$ 4,04
CAGED
Dourados volta a contratar mais, mas número de vagas criadas é menor
MATO GROSSO DO SUL
Lei altera Estatuto dos Servidores e cria cargos e funções no Poder Judiciário
SETEMBRO VERDE
Doação de órgãos é tema de evento do HU-UFGD na próxima semana
ELEIÇÕES 2018
Bolsonaro ingere alimentos pastosos
DOURADOS
No Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência, blitz educativa é realizada no Centro
FUTEBOL
Goiás recebe a Ponte Preta em busca da liderança da Série B
OPORTUNIDADE
IFMS abre inscrições em concurso público para técnicos-administrativos

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia fecha entreposto de drogas e prende três no Jardim Colibri
DOURADOS
Criança de 1 ano desaparece de dentro de casa no Dioclécio Artuzi
DOURADOS
Esquema começou há 1 ano e maconha era armazenada em pneus
DOURADOS
PF apreende mais de 150 quilos de cocaína na Guaicurus