Menu
Busca domingo, 20 de maio de 2018
(67) 9860-3221
SEVILHA ODONTOLOGIA
VIOLÊNCIA

Dinho Ouro Preto relata tentativa de assalto a caminhão da banda

13 fevereiro 2018 - 07h45Por G1

O vocalista da banda Capital Inicial, Dinho Ouro Preto, relatou dois casos de violência na Avenida Brasil, no domingo (12, presenciados pela banda. O caminhão do grupo foi assaltado e, a poucos metros do ônibus que carrega os músicos, houve um tiroteio.

"Ontem na chegada ao Rio, na frente do nosso ônibus, houve um tiroteio. Um motoqueiro deu quatro tiros à queima roupa no que parecia ser um ladrão. Isso a trinta metros da frente do ônibus", escreveu Dinho.

Segundo ele, além disso, os criminosos abordaram - utilizando fuzis - o caminhão que carrega os equipamentos do Capital Inicial.

"Às sete horas da manhã de domingo, pararam nosso caminhão e apontaram uma arma pra nosso motorista. Levaram o caminhão para um local onde entraram no baú armados com fuzis. Viram que não dava pra levar o equipamento porque era muito pesado, então assaltaram o motorista e liberaram a carga....", concluiu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL DE BASE
Definidos confrontos da segunda fase da Copa Mirim “João Ângelo Rocha”
EDUCAÇÃO
Novo convênio permitirá que brasileiros usem nota do Enem em Portugal
PLANEJAMENTO
Inventário turístico de Dourados começa a ser atualizado
SEGURANÇA PÚBLICA
Números apontam redução da criminalidade em MS
Após fugir e cair em barranco, homem foge e abandona 300 kg de maconha
OPORTUNIDADE
Governo publica editais para 36 especialistas e profissionais da saúde no concurso da PM e Bombeiros
PARANAÍBA
Motorista foge após causar acidente e agredir mulher
DIA DE SORTE
Primeiro concurso de nova loteria sai para apostador do PR
DEMANDA
Procura por vacina contra a gripe aumenta 142% em Dourados
FRONTEIRA
Identificado homem executado em 'favelinha'

Mais Lidas

BR-163
Caminhonete carregada com maconha é encontrada abandonada em posto de Dourados
CAMPO GRANDE
Chefe de quadrilha investigada pela PF foge de presídio
FRONTEIRA
Homem é executado por pistoleiros em "Favelinha" de Ponta Porã
PEDRO JUAN
Mulher é executada a tiros na fronteira