Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Detentos passam a fazer a limpeza pública de Corumbá

22 março 2005 - 09h53

A partir de ontem, detentos do município de Corumbá estão sendo reintegrados à sociedade e ao mercado de trabalho, assumindo a execução da limpeza pública local. São, inicialmente, 66 internos dos regimes aberto, semi-aberto e condicional, beneficiados por um acordo de cooperação firmado pela secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e a Prefeitura de Corumbá, garantindo a participação dos detentos no Programa Elo.A utilização dos presidiários em serviços de limpeza pública foi negociada pelo secretário de Justiça e Segurança Pública, deputado Antônio Braga, em fevereiro último, quando esteve em Corumbá com a força-tarefa da Sejusp. Na última semana, a Prefeitura firmou termo de cooperação mútua com a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) para implantação do projeto. O Programa Elo, desenvolvido pelo Governo do Estado, oferece empregos aos detentos que estão sob o regime semi-aberto, aberto e livramento condicional, que tenham bom comportamento. O convênio tem duração de um ano e é prorrogável pelo mesmo período. Os detentos selecionados terão jornada diária entre seis e oito horas de trabalho e serão remunerados pelo serviço. O diretor da Agepen, Luiz Carlos Telles Júnior, destacou que uma das vantagens oferecidas pelo Elo é que para cada três dias trabalhados o interno reduz um dia de sua pena. Além disso, o que para ele é mais importante, o trabalho permite a ressocialização do apenado, ao mesmo tempo em que proporciona a sua reinserção ao mercado do trabalho, oferecendo-lhe maior dignidade.Telles adiantou que nessa primeira etapa de implantação do Elo em Corumbá estão sendo beneficiados apenas 66 detentos, entretanto, o objetivo é empregar todos os internos que reúnam as condições exigidas, perto de 150 pessoas. Ele adiantou que, conforme meta fixada pelo secretário Antônio Braga, outras cidades serão beneficiados com o programa. Esse tipo de benefício aos internos do sistema penitenciário encontra-se em fase de implantação nas cidades de Dourados, Ponta Porã, Cassilândia e Paranaíba. A próxima a firmar o convênio deve ser Ponta Porã. O programa encontra-se em execução em Campo Grande, Aquidauana e Três Lagoas.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Quatro cidades recebem atendimento com programa ‘Cassems Itinerante’
EDUCAÇÃO
MEC divulga nesta terça o resultado da segunda chamada do ProUni
SIDROLÂNDIA
Defesa atesta insanidade e homem que matou esposa será internado
DOURADOS
Pregão para fornecimento de refeições no RU da UFGD será hoje
POLÍTICA
Câmara dos Deputados faz sessão para analisar MP do crédito rural
ANGÉLICA
Homem diz que estava indo matar rival ao ser preso com faca e revólver
TEMPO
Terça-feira de sol com aumento de nebulsidade em Dourados
CAPITAL
Pai que matou filho afogado também responderá por tentativa de homicídio
NOVO PADRÃO
Termina prazo extra para placa do Mercosul entrar em vigor no Brasil
PARAGUAI
Justiça solta 4 agentes penitenciários presos após fuga de 76 detentos

Mais Lidas

DOURADOS
Ferido com tiro no peito, entregador chega pilotando moto na UPA
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia
DOURADOS
VÍDEO: Internos 'batem grade' e queimam colchões em princípio de rebelião na Unei
FRONTEIRA
Festa termina com aniversariante e convidado assassinados por pistoleiros