Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Desrespeito a Estatuto do Torcedor pode levar CBF ao Ministério Público

15 fevereiro 2005 - 17h22

Após 13 dias da primeira rodada da Copa do Brasil, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ainda não publicou todos os boletins financeiros referentes às partidas disputadas na competição. Sancionado em maio de 2003, o Estatuto do Torcedor obriga que as súmulas e borderôs sejam publicados no site oficial da entidade.Até às 17h de terça-feira, apenas oito dos 13 boletins financeiros haviam sido publicados pela CBF em seu site. As súmulas também não haviam sido completamente publicadas --faltava a da partida entre Chapadão e Internacional.Relator do Estatuto, o deputado Gilmar Machado (PT), revelou que ainda não tinha conhecimento da irregularidade, mas que iria averiguar a situação."Ainda não estávamos sabendo disso. A entidade é obrigada a publicar, além das súmulas, também os borderôs até às 14h do dia seguinte à partida. Se eles não fizeram isso, vou averiguar e acionar o Ministério Público", disse o deputado. Responsável pela publicação dos boletins e súmulas no site da entidade, a assessoria de imprensa da CBF afirmou que o departamento técnico da entidade não entregou os documentos até esta sexta-feira.O departamento técnico da CBF culpou as federações, responsáveis pela realização dos jogos da Copa do Brasil, mas não concordou com o deputado Gilmar Machado quanto à publicação dos borderôs. "As súmulas são o grande problema. Os borderôs não tem prazo para serem divulgados, mas a culpa é das federações. A gente fica com "cara de tacho". Ligo [para as federações] pedindo isso todo dia", disse José Dias, assessor do departamento técnico da CBF e responsável pelo recebimento dos boletins e súmulas.Organizadora da partida entre Esportivo e Londrina, no dia 2 de fevereiro, pela primeira fase da Copa do Brasil, a Federação Gaúcha de futebol confirmou que ainda não havia enviado o borderô referente ao jogo --a súmula já está no site da CBF--, mas culpou o recesso de Carnaval promovido pela CBF como responsável pelo atraso."Em todo jogo da Copa do Brasil está presente um representante da Federação, que me envia os documentos. Não enviei eles até agora devido ao recesso de Carnaval da CBF. A culpa é deles", disse Andréa Mattos, tesoureira da Federação Gaúcha. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
‘Cassems Itinerante’ leva atendimento em Psiquiatria para Dourados e mais duas cidades
MANDADO DE PRISÃO
Em abordagem por pesca ilegal, PMA captura foragido da justiça
OPORTUNIDADE
Vale Universidade recebe inscrições a partir do dia 3 de março
LEGISLATIVO
Assembleia realiza audiência para apresentação de relatórios da Saúde
COVID-19
Desinfetante, álcool e água sanitária podem eliminar o Coronavírus
CAMPO GRANDE
Suposto receptador exige R$ 4 mil para devolver S-10 furtada
COTAÇÃO
Dólar fecha a R$ 4,44 e renova patamar recorde
SETE QUEDAS
Homem é preso com arma de fogo e munições em área rural
SUJEITO A PUNIÇÃO
Estados e municípios têm até domingo para informar gastos com saúde
UFGD
Universidade abre inscrições para aulas gratuitas de zumba

Mais Lidas

MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira