Menu
Busca terça, 20 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
PARQUE DOS IPÊS

Jornalista douradense relata histórias de família em livro

07 julho 2015 - 16h15

A jornalista Eduarda Fernandes da Rosa lança na próxima sexta-feira (10), às 19h30, o livro “Família Fernandes: Uma história de gerações”. O evento acontece na sede da Academia Douradense de Letras, localizada no Parques dos Ipês, em Dourados.

De acordo com a autora, o livro conta a história de uma família douradense, “uma família que não teve seu nome destacado em ruas, mas participou e viveu a história de Dourados. Esta é a história contada sob a perspectiva de uma pessoa que morou na zona rural, de heróis do campo, que venceram a pobreza”, comenta.

O livro começou a ser escrito há vários anos, “escutando as histórias de minha avó, Carminda Fernandes, quando tinha uns dez anos de idade achei interessante registrar o que ela contava, pois acabaria esquecendo, depois de um tempo já tinha bastante material, então decidi que iria fazer um livro, mas o tempo foi passando e só agora tive condições de publicá-lo”, disse Eduarda.

Parte da obra traz lembranças de Carminda, do tempo de sua mãe e avó. São mais de 100 anos de história, de sete gerações, que vieram para o Brasil, percorreram o país, chegaram ao Mato Grosso do Sul e escolheram a cidade de Dourados como lar.

O livro também traz curiosidades sobre a origem do sobrenome Fernandes, da Colônia Agrícola Nacional de Dourados e um pouco da história de Dourados, além de receitas de família.

Para o jornalista e professor universitário André Mazini, o livro representa uma importante mudança na forma como os douradenses encaram a história local. “Em Dourados e em Mato Grosso do Sul de uma forma geral, os personagens que ganham destaque são normalmente ligados à política, ou pessoas ‘poderosas’ financeiramente, por isso acho fundamental livros como o da Eduarda Rosa que mudam o foco e contam nossa história a partir do ponto de vista de personagens simples, que vivem intensamente cada um dos momentos que fizeram essa cidade ser o que é hoje”, diz e complementa, “aprecio mais o relato espontâneo de Dona Carminda do que com o discurso de muitos figurões que aprendemos na escola”.

Sobre a autora

Eduarda Fernandes da Rosa, natural de Dourados - MS, nascida no dia 30 de março de 1991. Filha de Maria Aparecida Fernandes da Silva e JoséBronel da Rosa.

É jornalista. Graduada em Comunicação social com habilitação em Jornalismo, pela Unigran (Centro Universitário da Grande Dourados); com pós-graduação em Marketing e Vendas, pela Universidade Anhanguera.

Já atuou na área de assessoria de imprensa no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Dourados; como repórter no Jornal Dourados News e atualmente é jornalista na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS).

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Mulher vai a casa do ex e encontra corpo em avançado estado de decomposição
CAMPO GRANDE
Homem encontrado morto é ex-superintendente do governo Puccinelli
NOVO GOVERNO
Após Tereza Cristina na Agricultura, Bolsonaro confirma Mandetta para Ministério da Saúde
ITAPORÃ
Jovem encontrado sob mangueira foi morto com um tiro na cabeça
EDUCAÇÃO
IFMS inicia atendimento presencial para certificação do ensino médio
SAÚDE
‘Cassems Itinerante’ leva atendimento a três cidades no próximo fim de semana
CAPACITAÇÃO
IEL inicia curso sobre uso das redes sociais na vida profissional
CIRCUITO BRASILEIRO
Etapa open do Volêi 2018/2019 terá três atletas de MS na disputa
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Mulher é presa após ameaçar a mãe idosa
CORUMBÁ
PF desarticula esquema de facilitação de entrada de estrangeiros no Brasil

Mais Lidas

DOURADOS
Antes de ser assassinado, homem passou por ‘tribunal do crime’
DOIS MESES DEPOIS
Acusados de matar rapaz em Dourados serão apresentados hoje
BORORÓ
Adolescente morre ao tocar em cerca elétrica em Dourados
MARCELO PILOTO
Traficante brasileiro é expulso do Paraguai após matar mulher em cela