Menu
Busca quarta, 16 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
FAMOSOS

Fã discute com Tatá Werneck, que ironiza: "sou uma mulher escrota"

10 novembro 2018 - 08h30Por IG Gente

No fim desta quinta-feira (08), Tatá Werneck entrou em uma discussão com uma usuária do Instagram por conta do assunto depilação, ao publicar um trecho da nova temporada de seu talk show, o “Lady Night” , que traz Juliana Paes como convidada.

No vídeo, Juliana Paes comentou que fez depilação definitiva e Tatá Werneck faz uma piada sobre. Porém, uma fã não achou nada engraçado e começou uma grande polêmica.

"Tatá, você é demais, mas perde a oportunidade de trazer discussões de gênero importantes. Faz depilação só por causa de macho? A depilação deveria ser para você! Olha o machismo estrutural atacando", iniciou a seguidora.

Como muitos fãs criticaram a postura da internauta, ela decidiu fazer outro comentário e marcou Tatá novamente. "O vídeo é todo machista. Se fosse um homem falando o que você disse, seria um macho escroto por qualquer mulher e estaria acabado na mão de nós, feministas. Você só passou porque é mulher. Mas não deixou de ser escrota e o fato de você expor esse tipo de humor na mídia é, além de triste, extremamente prejudicial para as mulheres no momento conservador que o País vive", completou.

Sem filtro e papas na língua, Tatá decidiu responder a seguidora, o que deu musculatura para uma briga de grande porte na web: "Não é um homem falando. É uma mulher, que foi a vida toda discriminada por falar com jeito de homem. Falar coisas que só homens falavam. É uma mulher falando que lutou para cacete pelo direito de falar o que quisesse na TV. E com outra mulher".

Em continuidade, a apresentadora do "Lady Night" ressaltou: "Jamais desrespeitaria meus convidados. Homens sempre puderam falar tudo. Agora, você está vendo um programa de TV comandado por uma mulher e em vez de ver como uma conquista vem gerar polêmica? Esse tipo de humor escroto que você grosseiramente se refere, no caso, é meu trabalho. Eu sou assim. Sou uma mulher e sou assim. Sou uma mulher escrota, então. Me tira aí da sua lista de mulheres possíveis”.

Tatá ainda acrescentou: "A mulher tem a liberdade de fazer a depilação pelo motivo que quiser, na verdade. Ela pode não depilar, pode depilar se quiser. Tentar definir quais os motivos corretos para uma mulher optar por uma depilação é uma forma de nos aprisionar também!".

Porém, a briga não parou por aí. Indignada, a internauta dissertou: "Pela forma como você ridicularizou o quadradinho mais peludo, não parece que a mulher tem a opção de não se depilar. Ser famosa não te garante que você pode lacrar em cima de quem estuda e luta mais do que você. Beijo".

Por fim, Tatá Werneck voltou a comentar a postagem. "Mas pera aí! Dizer que uma mulher 'que estuda e luta mais que você' está indo de encontro à toda a luta pela sororidade, amor. Agora é competição de quem é mais feminista? Você não conhece as minhas lutas. Não tô lacrando, nem sei fazer isso. Sou bagaceira, não tenho esse objetivo. Estou apenas trabalhando".

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGENDA
Governador vai a Maracaju e entrega estação de tratamento de esgoto
LOTERIA
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 27 milhões
EDUCAÇÃO
Inep divulga notas do Enem na próxima sexta-feira
PIS/PASEP
pagamento de abono aos nascidos em janeiro e fevereiro começa amanhã
POLÍTICA
Bolsonaro recebe presidente argentino nesta quarta-feira em Brasília
PROCESSO SELETIVO
Sebrae encerra seleção para profissionais com salários de até R$ 7 mil
CAMPO GRANDE
Mulher é presa com 31 tabletes de maconha que levaria para Goiás
TEMPO
Quarta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
UAU
Paloma Bernardi faz passeio relaxante e impressiona com barriga negativa
SÃO GABRIEL
Trio que matou e deixou corpo de rival amarrado é condenado a 44 anos

Mais Lidas

GRUPOS RIVAIS
Interno do semiaberto de Dourados é morto em briga de facções
POLÍCIA
Motorista que morreu em acidente na BR-163 tinha 28 anos
BR-163
Acidente que matou motorista de ônibus deixou outros cinco feridos
DOURADOS
Délia exonera secretário e coloca interina na Agricultura Familiar