Menu
Busca domingo, 20 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
MÚSICA

CPM 22 se apresenta sábado durante festival na Capital

18 setembro 2019 - 16h50Por Da Redação

O Distrito 67 Music Festival, considerado o maior festival do universo custom de Mato Grosso do Sul terá mais de 12 horas de diversão para toda a família. Nesta edição, além das bandas regionais haverá ainda a presença da atração nacional, CPM 22. O Distrito 67 acontece neste sábado, dia 21, a partir do meio dia, no Rota Acústica, em Campo Grande.

O público estimado é de cinco mil pessoas ao longo das 12 horas de diversão. Vários motoclubes estão confirmados, alguns vindos de outros Estados, como MT, SP e MG. Um dos mais aguardados é o grupo de mulheres motociclistas “Ladies of the Road” que chama muita atenção por onde passa.

Para garantir a diversão do público o evento conta com cinco atrações musicais, sendo quatro regionais e uma nacional: Blueasy, Corvo e os Malditos, Cassino Boogie, Naip e CPM 22.

Para quem prefere apenas curtir um dia diferente, uma grande estrutura está sendo montada para garantir o conforto e segurança durante as 12 horas de duração, com lounges, praça de alimentação, estandes de produtos e serviços, estúdio de tatuagem, barbearia, espaço kids e exposição de motos. 

Por falar em CPM 22, para o show em Campo Grande a banda traz a turnê “Suor e Sacrifício”, um álbum maduro que mostra a evolução dos músicos, após algumas mudanças na formação. Quem cresceu ouvindo CPM, com certeza irá se identificar com o punk rock melódico e cheio de atitude de “Linha de Frente” (Ricardo Galano / Badauí). Falando em fãs, estes ainda ganham um belo tributo na música “A Esperança não Morreu” (Ricardo Galano / Badauí / Luciano Garcia), uma das melhores do álbum.

Em “Never Going To Be The Same” (Ricardo Japinha / Trever Keith),  Badauí divide os vocais com ninguém menos que Trever Keith, líder da veterana banda americana Face to Face. Mas o auge é a música “Honrar seu Nome” (Phil Fargnoli / Badauí), dedicada ao pai do Badauí, que faleceu em 2016. “Suor e Sacrifício” fecha com o hino “Todos por Um” (Luciano Garcia / Badauí), que certamente será cantado em uma só voz no show. As outras quatro bandas regionais estão preparando um repertório que promete não deixar ninguém ficar parado com o melhor do rock n’roll.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

IMPASSE
Representantes da UFGD recorrem à bancada federal para nomeação de reitor
10 MESES
Bombeiros encontram mais um corpo da tragédia em Brumadinho
INVENTÁRIO
Juiz da Capital pode estar ligado a mais um esquema de corrupção
UEMS
Dourados sedia na próxima semana o IV Congresso de Línguas
INTERNACIONAL
Incerteza sobre 4º mandato de Evo marca eleição amanhã na Bolívia
Céuzinho
Jovem sobrevive após cair de altura de 20 metros em cachoeira
JUDICIÁRIO
Gilmar Mendes suspende lei municipal que barrava ensino de gênero
CAPITAL
Aquaplanagem pode ter causado acidente que matou violeiro, diz motorista
UEMS
Semana Técnica de Computação começa segunda-feira em Dourados
CRIMINOSOS
‘Escritório’ da falsificação: Preso tinha contratos com grupo de estelionatários

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Empresário é executado por pistoleiros na fronteira
CAMPO GRANDE
Cantor Ivo de Souza morre em acidente no macro anel da BR-262
DOURADOS
Homem é assaltado por travesti após parar carro no Centro
DOURADOS
Mãe de criança morta após parto segue internada sob escolta