Menu
Busca quinta, 15 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
TELEVISÃO

"Cansei de escutar que parecia mais gordinha no vídeo", diz Letícia Colin

15 junho 2015 - 11h20

O espelho nunca foi um inimigo para Letícia Colin. Muito menos a balança, mas perder cinco quilos por conta da anorexia que sua personagem iria passar em "Sete Vidas" até que não seria tão mal assim, e a atriz precisou encarar uma dieta, coisa que sempre odiou. "Era muito comilona e para manter o peso eu preferia malhar bastante do que abrir mão de comer. Por causa do drama da Elisa, cortei glúten, lactose, açúcar e frituras e ganhei o corpo mais seco de uns três meses pra cá. Eu era feliz com os meus 59 quilos, mas estou amando os 54 quilos", entregou Letícia.

Vestindo pela primeira vez na vida o manequim 36 –antes ela usava 38-- Letícia não negou que a televisão é ingrata e que cobra um corpo mais esbelto dos atores. "Cansei de escutar que parecia mais gordinha no vídeo, e o pior é que eu também achava isso. Essa não era só uma reclamação minha ou de dois amigos artistas. Todo mundo reclamava. Particularmente, nunca sofri pressão, cobrança ou patrulhamento para ficar magra, mas a Elisa veio para mudar radicalmente a minha vida", contou a atriz em entrevista ao UOL.

Letícia optou por emagrecer com saúde. Procurou um endocrinologista para acompanhá-la no processo de reeducação alimentar, contratou uma personal com quem se exercita de três a quatro vezes por semana e definitivamente assumiu o forno e fogão de casa. "Estou no meu momento Bela Gil [chef de cozinha natural e apresentadora de um programa de televisão]. Pego as receitas e faço as comidas mais saudáveis possíveis. Troquei muitos produtos industrializados pelos mais naturais, e isso tem me ajudado bastante a me manter em forma", explicou.

Enquanto Letícia pensar em manter a forma na vida real, sua personagem tem ideia fixa por emagrecer, emagrecer e emagrecer. "Ela está cada vez mais fraca. Não come e ainda toma remédios para inibir a fome. A gente sabe que existe a anorexia, que é uma doença silenciosa. Geralmente, quem tem não assume, não acha que está doente e nem magra demais. Pessoalmente não conheço ninguém que tenha sofrido esse distúrbio alimentar" , disse a atriz, que viu muitos filmes, matérias na internet e documentários para lidar com drama de sua personagem.

"Sete Vidas" termina em julho, mas Colin ainda não sabe qual será o desfecho de Elisa. "Estamos com pouca frente nas gravações das cenas, mas acho que a Elisa vai repensar sobre a carreira. Ela, no fundo, sabe que não está fazendo uma coisa muito saudável, mas ela precisa pagar as contas da casa. Eu torço por ela", declarou a atriz que voltou para Globo no ano passado, quando interpretou a Vitória em "Além do Horizonte", depois de ficar nove anos na Record. "Fui feliz na outra emissora, sim, e quando voltei foi muito bem recebida por todos".

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Aline Riscado exibe corpo saradíssimo em banho de cachoeira
ITAQUIRAÍ
Grávida, sobrinha de vereador morto na BR-163 sai ilesa do acidente
LAVA JATO
Em depoimento, ex-presidente Lula nega ser dono de sítio em Atibaia
UFGD
Núcleo de Estudos promove Semana da Consciência Negra dias 20 e 21
CRIMINALIZADA
Motorista que foge do local do acidente comete crime, decide STF
FUTEBOL
Funed inicia preparativos para grande final do 16º Interdistrital
DEVOLUÇÃO
Receita paga sexta-feira restituições do sexto lote do IRPF de 2018
CASA NOVA
Reforma e ampliação do Fórum de Nova Andradina será entregue dia 20
NOVOS CANAIS
Disque Lâmpada da Semsur agora terá número de WhatsApp e e-mail
PEDRO JUAN
“Arquivo vivo”, advogada executada na fronteira ameaçava autoridades

Mais Lidas

FRONTEIRA
Mulher é assassinada a tiros, quase um ano após execução do marido
DOURADOS
Polícia faz ação em ‘favelinha’ em busca de criminosos
FISCALIZAÇÃO
Ação contra comércio de pneus usados apreendeu produtos em lojas de Dourados e Campo Grande
ELDORADO
Vereador morre em acidente na rodovia BR-163 próximo a Itaquiraí