Menu
Busca quinta, 26 de abril de 2018
(67) 9860-3221
Clube Indaiá - Janeiro 2018

Aquidauanenses concluem expedição à Terra do Fogo

11 dezembro 2012 - 16h30

No mês passado os aventureiros Mac Intyre e Wilson Alves Correa, o Índio, saíram de Aquidauana rumo ao Fim do Mundo. Essa região localizada no extremo da América do Sul, território da Argentina, é conhecida como Fim do Mundo – referência que a tornou conhecida mundialmente. Como disseram Mac e Índio, as belezas dessa região são inesquecíveis.

Esses aventureiros fizeram uma viagem de 12.300 quilometros até Puerto Natales. Depois voltaram pelo Chile em um navio até Puerto Montt.

Nesta viagem, o Buggy BRM que utilizam nas viagens teve alguns problemas na caixa de câmbio e no carburador. Com dificuldades, mas tudo resolvido, com ajuda dos mecânicos moradores nas redondezas das estradas e um caminhoneiro – tudo com a orientação do mecânico Dionísio, de Aquidauana, que passava as orientações através de celular. Inesquecíveis esses consertos do Buggy, conforme palavras do Índio e do Mac. De fato, naquela solidão encontrar uma bobina elétrica para o Buggy é um caso raro e marcante. Mas aconteceu – encontraram uma bobina elétrica em um buggy de corrida (gaiola) abandonado há mais de 3 anos no fundo de um quintal.

Mais uma vez o Buggy BRM amarelo – ano 1978 – mecânica VW, motor 6 válvulas, à gasolina, foi o grande parceiro de aventuras, agora aliviados e entusiasmados afirmaram Mac e Índio.

Eles, ainda extasiados pela aventura falam das terras uruguaias, argentinas, chilenas e paraguaias.

Nessa região do sul do continente americano eles lembram das planícies que emendam com os pampas gaúchos. A poeira branca e os seixos que rolam assim como o vento frio que vem da Cordilheira dos Andes.

Uma prisão, hoje Museu, construída pelos detentos

Ao relembrar a aventura – Mac e Indio, se emocionam falando dos lugarejos – Cronchi, Campos de Hielo Sur, Glaciar Pio XI, Puerto Natalis, Puerto Montt, Torres de Paine, Ushuaia.

No Parque Nacional da Terra do Fogo, eles conheceram um museu que antes fora uma prisão. Com muita dificuldade na época esse presídio foi construído pelos próprios detentos a partir de 1896. Eles adentravam ás florestas da região e voltavam trazendo pedras e madeira para construção.

Além de apreciar a construção desse presídio – os cubículos onde ficavam os prisioneiros –, Índio e Mac, através do “Trem do Fim do Mundo – uma lenda que não morreu. . .” percorreram as florestas da região onde os prisioneiros buscavam madeira e pedras necessárias à construção do presídio.

Nessa viagem de trem puxado por uma máquina a vapor, puderam deleitar-se com a paisagem acompanhando o zigue-zague do rio Pipo, a cascata Macarena – tudo dentro de um majestoso bosque.

Do Oceano Pacífico ao Deserto de Atacama

Do Porto Natales, no sul do continente Índio e Mac, embarcaram o Buggy em um navio e subiram até o Porto Montt, no Chile. A viagem, embora confortável, foi feita entre milhares de ilhas com pouca vegetação e cobertas de neve. Esta é a região dos Fjords da Patagonia.

Depois de 1.320 quilômetros de navio eles chegam a Porto Montt seguindo para Santiago do Chile – uma cidade belíssima.

Depois foram até o Pacifico, no Porto Antofogasta – onde o oceano é lindo – azul, fascinante, disse Mac.

Já de volta vieram pela Argentina até a cidade de Resistência (no Chaco), depois Assunção, no Paraguai e Ponta Porã.

Do Chile eles lembram das vinícolas instaladas ao sul.

Da Argentina, a Terra do Fogo, e nas estradas os bandos de guanaco, vicunhas e alpacas que cruzam as estradas. Disseram que o deserto de Atacama é fascinante com localidades que não recebem uma gota de chuva há mais de 300 anos.

Outras regiões também bastante importante como a salar de onde se extrai o sal e ainda a perfuração de poços e a retirada de petróleo através de cavalo mecânico.

Disseram ainda que o vento é uma constante, principalmente vindo da Cordilheira dos Andes, e o aproveitamento é significativo produzindo energia eólica.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Ação contra Lula tem “outras provas” e fica em Curitiba, diz Moro
BRASILEIRÃO SÉRIE D
Novo enfrenta o Sinop domingo buscando primeira vitória
ORDEM DO DIA
Mês Abril Verde dedicado à segurança do trabalho é aprovado na Assembléia
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Délia autoriza licitação para três obras na área em Dourados
INOVAÇÃO
Dia da Propriedade Intelectual destaca papel das mulheres
CÃES FAREJADORES
Mulher é presa com 22 quilos de skunk em rodovia do MS
EM ALTA
Juro do cartão de crédito e do cheque especial sobe em março
PENALIDADES
Prazo para enviar o IRPF 2018 termina em 4 dias
GUARDA MUNICIPAL
Violência contra a mulher é tema de palestra em curso
PROCON ESTADUAL
Supermercado reincidente é flagrado com irregularidades e tem multa ampliada

Mais Lidas

DOURADOS
Dono de barracão diz ter comprado reciclados sem saber de maconha
DOURADOS
Bombeiros encontram veículo incendiado durante treinamento próximo a pedreira
VIOLÊNCIA
Idoso é preso suspeito de estuprar menina de 9 anos
FRONTEIRA
FAB aborda e força pouso de avião suspeito de tráfico em MS