Menu
Busca quarta, 17 de outubro de 2018
(67) 9860-3221

Corte de água e energia deve gerar processo, diz defensor

19 dezembro 2003 - 09h13

O consumidor que tiver a água ou a energia cortada deve entrar com ação judicial contra a empresa fornecedora, conforme orientou  o Procurador da Defensoria Pública Elias César Kesrouani. "A Constituição estabelece que o Estado deve preservar a vida, a saúde e dignidade humana. As empresas tem de entender que a água é um bem essencial à vida e o código de defesa do consumidor prevê que o serviço de água e energia são essenciais e contínuos, o que é mais importante, e não podem ser interrompidos", alertou.Outro ponto levantado pelo defensor é que as empresas não aguardam a tramitação do caso: primeiro interrompem o serviço para então aguardar decisão judicial. "Isso é ilegal. O Judiciário está atento a isso e tem julgado que o corte é ilegal na maioria das vezes. O corte do serviço também gera danos morais, e as empresas têm de pagar por isso", afirmou.Caso o cidadão seja prejudicado, deve procurar a Defensoria Pública do Consumidor e ajuizar medida cautelar para evitar o corte. Se o serviço já tiver sido interrompido, a mesma ação deve ser impetrada para reestabelecer o serviço, o que segundo Elias César é julgado no mesmo dia. Nesse caso, também cabe processo por danos morais e materiais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Municípios não podem criar loterias próprias, afirma Supremo
OPERAÇÃO ALTA PRESSÃO
Ação em MS fiscaliza comércio de armas de fogo e munições
CAMPO GRANDE
Volume da TV resultou em assassinato de preso
OPERAÇÃO CERVO DO PANTANAL
Pecuarista é multado por desmatamento ilegal de 176 hectares
REGIÃO NORDESTE
Obras imponentes, como as torres das igrejas coloniais; conheça a cidade de Goiana
DOURADOS
Vacinação antirrábica atende região do Parque das Nações
TEMPO
Instituto emite alerta de tempestade para Dourados e outros 37 municípios em MS
AOS PAPAIS
Como escolher o sapatinho do bebê?
MS-386
Catarinenses são presos com mais de 2 toneladas de maconha escondidas em caminhão
QUARTA DA MASSA
Nhoque sem batata; confira como fazer

Mais Lidas

DOIS DIAS DEPOIS
Servidora pública é encontrada nos fundos de residência que estava para alugar
DOURADOS
Cinco anos após crime, acusados pela morte de vendedor douradense vão a júri popular
DOURADOS
Familiares continuam na busca por mulher desaparecida e criticam falsos alertas
FLAGRANTE
Polícia fecha “distribuidora” de drogas em Dourados