Menu
Busca quarta, 26 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Corinthians vira o maior campeão da Copa Sâo Paulo

25 janeiro 2005 - 10h57

Com grande atuação dos meias Élton e Dinélson, o Corinthians soube aproveitar a força de sua torcida, que lotou o Pacaembu na manhã desta terça-feira, para chegar ao sexto título da Copa São Paulo de juniores e se tornar o maior campeão da história da competição, com uma conquista a mais que o Fluminense, em 36 edições. A vítima da final foi o Nacional, que saiu na frente, mas perdeu por 3 a 1, de virada. Embora tivesse o estádio lotado ao seu lado, o time alvinegro quase tomou um gol logo no começo, aos nove minutos. Souza escapou da marcação pela esquerda e cruzou rasteiro. O atacante Leandro furou, com o gol aberto. Depois foi a vez da equipe corintiana desperdiçar grande chance. Abuda caiu na área aos 15 minutos e o juiz marcou pênalti. Bobô cobrou no canto sem força e o goleiro Rodrigo defendeu. Novo lance de perigo contra o gol do Nacional só aconteceu aos 24 minutos, em chute de Wilson, de fora da área, que raspou o travessão. O castigo pelo pênalti perdido chegou aos 31 minutos. Em rápida jogada pela direita, o Nacional abriu o placar. Caio recebeu lançamento e aproveitou cochilo da defesa para tocar na saída de Júlio César. A bola ainda tocou na trave antes de entrar. Mas o Corinthians era superior e quase empatou aos 36 minutos. Élton cruzou da esquerda e Bobô cabeceou por cima, com perigo. Porém o time de Adaílton Ladeira teve que partir para cima e deu espaços para o contra-ataque. Em um deles, Souza entrou livre pelo meio da defesa e só não fez o segundo porque pegou muito mal na bola. O último lance que levantou a torcida corintiana na primeira etapa foi uma cabeçada de Bruno Otávio na rede, pelo lado de fora, após cobrança de escanteio, aos 44 minutos. O Corinthians começou o segundo tempo em outro ritmo. A entrada do meia Dinélson no lugar do atacante Abuda ¿ Wilson foi adiantado ¿ deu velocidade e mais toque de bola à equipe. Em quatro minutos, Élton chutou três vezes com perigo. Na segunda, entrou livre pela esquerda, mas bateu em cima de Rodrigo. E, desta forma, não tardou para o time alvinegro empatar a partida em jogada de velocidade, aos nove minutos. Élton puxou o ataque pela meia-esquerda e tocou para Bobô, que apenas deu um toque e deixou Dinélson na cara do gol. O meia, contratado do Guarani para jogar entre os profissionais em janeiro de 2004, tocou na saída do goleiro do Nacional. Apesar de ter tentado melhorar seu ataque trocando Xororó por Thiago, o técnico Sérgio Tognasini viu sua equipe ser dominada pelo rival. Aos 15 minutos, Élton fez boa jogada individual pela esquerda e cruzou, mas Wilson não alcançou para cabecear. Pouco depois, o Nacional saiu um pouco do campo de defesa, pois era encurralado desde o princípio da etapa final. Mas quem levava perigo era o Corinthians, que acertou o travessão rival com uma cabeçada de Bruno Otávio aos 20 minutos. Melhor em campo, o Corinthians matou o jogo em três minutos. Aos 26 minutos, o pequeno Élton fez nova jogada de habilidade pela esquerda e cruzou na cabeça de Bobô, que se antecipou à defesa e virou a partida com seu sétimo gol na Copa São Paulo deste ano. Aos 29, novamente Élton levantou na área, Rodrigo saiu mal do gol e a bola voltou nos pés de Dinélson, que encobriu o goleiro do Nacional com um toque de habilidade e fez seu quarto gol na competição. Bobô ainda perdeu um gol aos 35 minutos, após passe de Élton, que fez uma fila de zagueiros na entrada da área.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

COPA DO BRASIL
Águia Negra treina em São Paulo para jogo contra Ferroviária
CAMPO GRANDE
Escola da zona rural é beneficiada com o parque feito em presídio
LITERATURA
Há 75 anos, morria Mário de Andrade, um dos maiores escritores do país
ESPORTES
Ciclista de MS conquista duas medalhas em competição nacional
ESTÁGIO
Acadêmicos do Vale Universidade podem cumprir horas nos finais de semana
DOURADOS
‘Confusão’ em Carnaval na praça gera discussões sobre uso dos espaços públicos
CRIME AMBIENTAL
Homem é autuado em 12 mil por falta de conservação de solo
CRISE
Com mais 23 assassinatos, mortes no Ceará chegam a 170
'PURO ÓDIO'
Liderança do PCC em Campo Grande é morto por dupla
REGIÃO
PMA paralisa atividade em carvoaria ilegal e autua proprietária

Mais Lidas

DOURADOS
Ex-prefeito de Amambai não resiste e morre no Hospital do Coração
MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
ATENTADO
Aeronave pousa em Dourados e fica a disposição de Lanzarini
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar