Menu
Busca segunda, 24 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Conversa “atravessada” pode atrapalhar questão indígena

17 janeiro 2004 - 09h20

A falta de uma linha na conversa entre autoridades de gabinetes e indigenistas da FUNAI que estão na área de conflito em Japorã pode dificultar ainda mais uma saída pacifica para o problema da ocupação de 14 áreas rurais no Cone Sul do Estado. Na tarde de ontem enquanto o presidente da Fundação Nacional do Índio, Mércio Pereira Gomes, falava com o governador Zeca do PT e prometia que o problema seria revolvido dentro do prazo determinado pela Justiça, os índios garantiam que só deixam a área mortos. Vindos de Brasília para conversar com os guarani/caiua que estão nas fazendas ocupadas, Cláudio Romero, Edson Beiriz e Tiago Garcia ficaram surpresos ao saberem do teor da conversa que Mércio teve com Zeca do PT. “Não é isso que viemos fazer aqui”, disse Romero para a reportagem do Dourados News. O funcionário da FUNAI disse que a terra ocupada pertence aos índios da região e que eles devem permanecer no local. “É uma forma de se reparar um erro histórico e vamos contribuir para isso”. Depois de retornar da fazenda São Jorge onde manteve um encontro com os índios, Cláudio Romero falou por telefone com o presidente da FUNAI e disse para ele que estava bastante preocupado com a situação e com um possível desfecho violento para o caso. “Vamos fazer o possível para evitar o derramamento de sangue, mas está complicado”, disse Romero. (Antonio Coca)

Deixe seu Comentário

Leia Também

SERGIPE
Caminhão com 400 kg de maconha que saiu de MS e apreendido em Brasília
DOURADOS
Menor usa pistola de ar comprimido para roubar haitiana
JUDICIÁRIO
Ministério Público quer lei para acabar com 'farra das diárias' em Caarapó
MORTE DE LANZARINI
Dourados News emite nota de pesar pela morte de ex-prefeito
BOLADA
Após acumular pela 16ª vez, Mega Sena terá o 3º maior prêmio da história
BATAGUASSU
Polícia apreende quase sete quilos de passta base de cocaína em ônibus
SAÚDE
Novo Coronavírus: Brasil atualiza critérios para doação de sangue
39 QUILOS
Militar detido com cocaína na Espanha é condenado a 6 anos de prisão
DOURADOS
Ex-prefeito de Amambai não resiste e morre no Hospital do Coração
ATENTADO
Aeronave pousa em Dourados e fica a disposição de Lanzarini

Mais Lidas

CRIME
Ex-integrante de grupo de Rap é morto a tiros em Dourados
WEIMAR TORRES
Mulher morre após bater em carro que roletou avenida
FÁTIMA DO SUL
Polícia prende homem que matou namorada a marteladas
FRONTEIRA
Suspeitos de matar jornalista são presos em operação