Menu
Busca domingo, 16 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221

Convênio vai implementar medidas socioeducativas em MS

01 agosto 2006 - 10h28

Com o objetivo de implementar a formação profissional dos operadores do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente e atender, por meio de oficinas de cidadania, adolescentes e egressos das Unidades Educacionais de Internação do Estado, foram liberados pela Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, por meio de convênio, recursos no valor de R$ 423,5 mil, somando-se à contrapartida do Estado.O programa “Implementação da formação profissional dos operadores e dos adolescentes do sistema de medidas socioeducativas de Mato Grosso do Sul” vai abranger todos os operadores da rede do Sistema de Garantia de Direitos, como juízes, defensores, promotores e profissionais dos poderes Executivo e Judiciário que executam medidas socioeducativas. Os recursos serão destinados à realização de seminário sobre o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), à implementação de oficinas de arte-educação e profissionalizantes para adolescentes em internação e egressos. Como atividades da meta de implantação de oficinas de arte-educação para adolescentes em internação, serão ministrados cursos de preparação para o trabalho, confecção de bijuterias, reciclagem de papel e garrafas e realizados eventos como a Olimpíada Estadual e o Festival de Talentos.Para implementação das oficinas profissionalizantes, será adquirida uma oficina móvel de informática do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) para realização de cursos nas unidades de internação do Estado e uma cozinha multifuncional para atender os egressos. Serão oferecidos cursos de confeiteiro, panificação, lancheteria caseira, aproveitamento de alimentos, salgados, folhados, doces, chocolate e derivados, entre outros, ministrados por instrutores do Senai. Segundo a coordenadora de Medidas Socioeducativas, Yara Carvalho, a cozinha multifuncional possibilitará a realização de cursos profissionalizantes direcionados a egressos das unidades de internação e seus familiares, visando à geração de emprego e renda. “Essa iniciativa constitui-se no primeiro programa de egressos da internação do Estado e atende uma importante demanda no âmbito dos atendimentos socioeducativos”, afirma a coordenadora. Atualmente, aproximadamente, 230 adolescentes cumprem medidas socioeducativas nas oito unidades educacionais de internação existentes em Mato Grosso do Sul.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Ludmilla diz que consegue driblar os paparazzi: ‘Fiquei com famosos sem ninguém saber’
ESPORTES
Palmeiras põe planejamento de Felipão em prática e não trabalha com ideia de perder técnico
MEIO AMBIENTE
CMA vota preservação obrigatória da biodiversidade no período de cheias dos rios
ESPORTES
Maior evento de MMA do Centro-Oeste acontece neste fim de semana em Campo Grande
BRASIL
Vereador pede federalização do caso Marielle Franco
MARACAJÚ
Condutor perde controle de veículo e invade loja de roupas
Senado
Adicional de insalubridade para gestantes está na pauta do Plenário
ESPORTES
UFC Milwaukee tem duelo top 10 dos leves e três brasileiros em situações distintas
SEU BOLSO
Refis: contribuinte tem até sexta-feira para quitar débito de ICMS com desconto de até 90%
BRASIL
João de Deus vai se entregar, diz defesa

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morto em confronto articulava assassinato de sargento do Corpo de Bombeiros
DOURADOS
Jovem colide veículo em poste na avenida Marcelino Pires
ABORDAGEM
Homem morre após confronto com a polícia em Dourados
DOURADOS
Homem morto a facadas havia tentado separar briga de mãe e filho por R$ 30