Menu
Busca quinta, 20 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Contribuinte reclama de descaso da Enersul com moradores

05 março 2005 - 13h18

O morador Sérgio Pereira, da rua Ediberto Celestino, esquina com a Ciro Melo, em Dourados denunciou ontem a forma como a empresa que presta serviços para a Enersul vem executando os trabalhos de poda de árvores para preservar a fiação da rede elétrica no Município. Ele reclama que os funcionários cortam os galhos e deixam os resíduos amontoados em frente das residências, sobre as calçadas e às vezes até criando obstáculos para a entrada dos moradores nas próprias casas, sem contar os transtornos para o pedestre que precisa se utilizar da calçada. Sérgio procurou a empresa de energia elétrica e foi informado que a sistemática de trabalho funciona assim mesmo; primeiro eles cortam os galhos e depois têm até três dias para fazer a remoção do entulho. "Isso é no mínimo um serviço porco e de extremo desrespeito com o cidadão", protestou o contribuinte.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEFESA
Major que atirou na cabeça do ex-namorado tinha medida protetiva
OPERAÇÃO LOBO GUARÁ
UEMS é selecionada para participar do Projeto Rondon em 2020
CAPITAL
Diarista cai em buraco na calçada, machuca perna e fica sem trabalhar
STF
Ex-sócio da Telexfree é preso pela PF e pode ser extraditado aos EUA
TRÊS LAGOAS
Técnico de enfermagem apanha em UPA e aciona a polícia
SAÚDE
Brasil monitora apenas um caso suspeito do novo coronavírus
NAVIRAÍ
Por dinheiro, policial facilitava entrada de celulares e droga em presídio
POLÍTICA
Nelsinho Trad oficializa pedido para reativar Parlamento Amazônico
CAMPO GRANDE
Durante discussão, major da PM atira contra o ex-namorado
TENTATIVA
Petroleiros suspendem greve após 20 dias para negociar acordo

Mais Lidas

APÓS 9 ANOS
Hipermercado fecha as portas em Dourados no final do mês
DOURADOS
Policial aposentado mata homem e diz ter sido ameaçado com faca
VIOLÊNCIA
Homem é assassinado em frente a padaria em Dourados
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018