Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Conta de luz até 80 kw/h ficará mais barata

17 agosto 2002 - 07h54

As contas de luz para as pessoas que consomem até 80 kw/h por mês já ficarão mais baratas a partir de setembro. Os descontos serão retroativos, contados a partir do mês de abril deste ano, quando uma liminar suspendeu a lei que autorizava os descontos.
Segundo informações da GloboNews, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) irá definir um critério melhor para beneficiar as pessoas que consomem entre 80 kw/h e 220 kw/h e que são comprovadamente de baixa renda, ou seja, a renda familiar não poderá ultrapassar meio salário mínimo (R$ 100).
O ministro das Minas e Energia, Francisco Gomide, descartou a possibilidade de haver reajuste de energia para sustentar os descontos da baixa renda e disse, ontem, que o governo vai definir até dezembro uma fonte definitiva para isso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COSTA RICA
Menina de 3 anos dormia com a mãe que foi assassinada a facadas pelo ex
POLÍTICA
Bolsonaro diz que auxílio emergencial poderá ter a quarta parcela
JUDICIÁRIO
MP denuncia juiz por ter recebido propina para liberar precatórios
ENSINO SUPERIOR
Ainda sem data, Enem 2020 já tem 6,1 milhões de inscritos
TRÊS LAGOAS
Motociclista é atingida por linha com cerol e garotos que soltavam pipa fogem
ECONOMIA
Compras com auxílio emergencial poderão ser pagas via celular
CARTILHA
Tribunal de Justiça lança Guia de Boas Práticas para Pessoas com Deficiência
CAPITAL
Idoso é enganado por golpistas, entrega dois cartões e fica no prejuízo
JUSTIÇA
Ministro do STF nega recurso e mantém pena de prefeito condenado por tráfico
DESCAMINHO
Receita Federal apreende duas toneladas de narguilé contrabandeadas

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher