Menu
Busca domingo, 23 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Confronto no Sul de MS envolveu cerca de 300 pessoas

21 janeiro 2004 - 16h10

A confusão ocorrida no começo desta tarde entre Iguatemi e Japorã teria envolvido cerca de 200 índios, inclusive idosos e crianças, e pelo menos 100 fazendeiros, funcionários e familiares. O confronto físico teria durado cerca de 10 minutos, com feridos dos dois lados, e depois seguiu-se uma longa discussão sobre quem tinha a posse da terra. Houve ameaças.Os índios estavam armados com pedaços de pau, lanças e foices. Do lado dos fazendeiros havia pelo menos duas pessoas armadas e também teriam sido utilizadas pás. Pelo menos um índio ficou ferido na cabeça com um golpe de pá.A confusão começou quando os índios foram à estrada que liga Japorã a Iguatemi para verificar um foco de incêndio que teria sido causado pelo grupo dos fazendeiros. Com a aproximação de cerca de 200 índios, uma pessoa efetuou disparos de revólver. Em vez de recuar, indígenas atacaram. Os idosos e crianças foram à frente.Após agressões físicas, houve discussão. Os índios batiam foices no chão defendendo as áreas ocupadas como sendo terra deles. São 14 fazendas nestas condições. Ontem venceu o prazo estabelecido pela Justiça para que as fazendas fossem liberadas pela Funai (Fundação Nacional do Índio).A ponte sobre o rio Iguatemi, que limita as cidades, acabou sendo a divisora dos grupos. Com a chegada da PM (Polícia Militar), acionada pela equipe de reportagem do Campo Grande News, que está no local, os grupos foram separados. Há cinco policiais no local. A Polícia Federal também foi acionada. Filha do dono de uma das áreas ocupadas, Ilmara Assis, de 29 anos, presenciou tudo e criticou a atitude dos indígenas. Disse que eles faziam um Carnaval e que tudo estava permitido no País. Ela disse ainda que os índios pareciam bandidos do Rio de Janeiro. Outro que estava no grupo dos produtores, Nilson Alves, questionou a existência de índios paraguaios no grupo. Já os índios dizem que não são brasileiros ou paraguaios, são apenas indígenas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Governo facilitará exportações de produtos voltados à Defesa
BRASIL
Síndrome metabólica em adolescentes é tema de pesquisa da Capes
DOURADOS
Campanha sobre tuberculose e hanseníase será realizada em março
POLÍCIA
DOF flagra cinco com 400 quilos de contrabando em Dourados
BRASIL
Trabalho infantil aumenta 38% durante o carnaval; saiba como denunciar
STF
Liminar garante ao RS fixar contribuição previdenciária de militares sem sanções por parte da União
DOURADOS
Com ponto facultativo, sessão da Câmara foi antecipada
MS
Um dos pilares da ressocialização, a religião promove ambiente de fé em presídios
ESTADO
Judiciário de MS retomará expediente na quinta-feira
MUNDO
Cientistas descartam que novo vírus tenha origem em mercado em Wuhan

Mais Lidas

WEIMAR TORRES
Mulher morre após bater em carro que roletou avenida
JARDIM GUAICURUS
Jovem resgatada foge da UPA e tenta subir em torre mais uma vez
FÁTIMA DO SUL
Polícia prende homem que matou namorada a marteladas
FRONTEIRA
Suspeitos de matar jornalista são presos em operação