Menu
Busca quarta, 17 de outubro de 2018
(67) 9860-3221

Conflitos indígenas voltam a ser tema de discussões

11 dezembro 2003 - 14h56

Os índios e o conflito por terras devem ser discutidos mais uma vez esse ano. Dessa vez, o encontro é coordenado pela Emag (Escola de Magistrados da Justiça Federal da Terceira Região) e tanto os indígenas quanto os produtores rurais estarão apresentando dados sobre os conflitos. O "Encontro Nacional de Questões Agrárias e Indígenas" será na Assembléia Legislativa, no Parque dos Poderes, nos dias 12 e 13.O presidente da Comissão Nacional de Assuntos Indígenas da CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil) e presidente da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Léo Brito, apresenta os números de áreas em conflitoEm Mato Grosso do Sul, 13 municípios têm áreas de conflitos com indígenas (Amambai, Antônio João, Aquidauana, Dois Irmãos do Buriti, Sidrolândia, Dourados, Juti, Maracaju, Miranda, Nioaque, Paranhos, Ponta Porã e Sete Quedas), com a reivindicação de 87.735 hectares.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Municípios não podem criar loterias próprias, afirma Supremo
OPERAÇÃO ALTA PRESSÃO
Ação em MS fiscaliza comércio de armas de fogo e munições
CAMPO GRANDE
Volume da TV resultou em assassinato de preso
OPERAÇÃO CERVO DO PANTANAL
Pecuarista é multado por desmatamento ilegal de 176 hectares
REGIÃO NORDESTE
Obras imponentes, como as torres das igrejas coloniais; conheça a cidade de Goiana
DOURADOS
Vacinação antirrábica atende região do Parque das Nações
TEMPO
Instituto emite alerta de tempestade para Dourados e outros 37 municípios em MS
AOS PAPAIS
Como escolher o sapatinho do bebê?
MS-386
Catarinenses são presos com mais de 2 toneladas de maconha escondidas em caminhão
QUARTA DA MASSA
Nhoque sem batata; confira como fazer

Mais Lidas

DOIS DIAS DEPOIS
Servidora pública é encontrada nos fundos de residência que estava para alugar
DOURADOS
Cinco anos após crime, acusados pela morte de vendedor douradense vão a júri popular
DOURADOS
Familiares continuam na busca por mulher desaparecida e criticam falsos alertas
FLAGRANTE
Polícia fecha “distribuidora” de drogas em Dourados