Menu
Busca segunda, 17 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
Saúde e Bem-estar

Como entender a Síndrome de Burnout

12 novembro 2019 - 10h07Por LUCIANE SPERAFICO
A Psicoterapeuta e Coach Luciane Sperafico explica um pouco mais sobre a Síndrome de Burnout.
 
Necessariamente relacionado ao trabalho, o Burnout é um Transtorno que se desenvolve gradualmente por conta de desajustes entre o trabalho e o indivíduo. Ele afeta homens e mulheres que vivem situações de estresse constante ou prolongado no ambiente de trabalho.
 
A síndrome pode ser decorrente de uma carga horária excessiva, falta de reconhecimento dos chefes ou de um cansaço profundo, por exemplo, que não se resolve apenas com descanso ou férias. Outros fatores que podem desencadear o Burnout no trabalho são:
 
Excesso de responsabilidades
Pouca autonomia para tomar decisões
Falta de justiça no ambiente de trabalho
Conflitos de valor no trabalho
Sintomas
 
Cansaço extremo, irritabilidade, alterações repentinas de humor: os sintomas do Burnout muitas vezes são semelhantes aos de outras condições de saúde como a ansiedade e a depressão.
 
Os principais efeitos do Burnout são:
 
Cansaço excessivo físico e mental
Dor de cabeça frequente
Alterações no apetite
Insônia
Dificuldades de concentração
Alteração nos batimentos cardíacos
 
Por ter sintomas parecidos com os da depressão e da ansiedade, a síndrome muitas vezes não é identificada corretamente.
Veja abaixo as principais características dos três problemas:
 
Burnout: é uma síndrome resultante de estresse crônico e necessariamente tem origem no ambiente de trabalho;
Depressão: é uma doença psiquiátrica crônica, que afeta pessoas de todas as idades;
Estresse: é uma reação fisiológica automática do corpo a circunstâncias que exigem ajustes comportamentais.
 
Os três elementos principais que caracterizam o Burnout e o diferenciam de outras condições são:
 
Exaustão: a sensação de que a pessoa está indo além de seus limites e desprovida de recursos, físicos ou emocionais, para lidar com as situações. Mesmo férias ou licenças por motivos de saúde não resolvem o aparente cansaço.
Ceticismo: a reação constantemente negativa diante das dificuldades, a falta de interesse no trabalho, ou, ainda, a falta de preocupação com os resultados.
 
O ceticismo é uma forma de insensibilidade, que pode ser agressiva mesmo em relação a amigos e familiares.
 
Ineficácia: a sensação de incompetência, que ocorre quando a pessoa se sente sempre desqualificada, pouco reconhecida e improdutiva.
 
Dois resultados da presença desses elementos são o “absenteísmo”, quando a pessoa começa a faltar demais ao trabalho, ou o “presenteísmo”, que ocorre quando o indivíduo vai trabalhar, mas está mentalmente ausente ou com o pensamento distante das atividades que realiza.
 
Tratamento
 
Assim como outros problemas psicológicos, o Burnout precisa ser tratado por um psiquiatra e acompanhado por um Psicólogo (Psicoterapeuta), Psicanalista. Segundo o Ministério da Saúde, “o diagnóstico é feito por psiquiatras e psicólogos, psicanalistas e após análise clínica do paciente, são eles os profissionais de saúde indicados para orientar a melhor forma de tratamento, conforme o caso”.
 
A psicoterapia é o tratamento mais comum, mas o médico psiquiatra pode também prescrever medicamentos como antidepressivos e ansiolíticos.
Parte do tratamento consiste em mudar as condições do trabalho que levaram a pessoa à exaustão profunda. 
 
A melhor forma de prevenir a Síndrome de Burnout são estratégicas que diminuam o estresse e a pressão no trabalho.
 
As principais formas de prevenir a Síndrome de Burnout são:
 
*Atividades de lazer; 
* Pratique meditação;
*Alimente-se de forma saudável
*Defina pequenos objetivos na vida profissional e pessoal.
*Participe de atividades de lazer com amigos e familiares.
*Evite o contato com pessoas "negativas", especialmente aquelas que reclamam do trabalho ou dos outros.
*Faça atividades físicas regulares. Pode ser academia, caminhada, corrida, bicicleta, remo, natação etc.
*Evite consumo de bebidas alcoólicas, tabaco ou outras drogas, porque só vai piorar a confusão mental.
*Não se automedique nem tome remédios sem prescrição médica.
 
Outra conduta muito recomendada para prevenir a Síndrome de Burnout é descansar adequadamente, com boa noite de sono (pelo menos 8h diárias).
É fundamental manter o equilíbrio entre o trabalho, lazer, família, vida social e atividades físicas.
 

“Agende seu horário e marque uma Avaliação Vocacional & Carreira”

CENTRO DE ATENDIMENTO E INTERVENÇÃO EM PSICOPEDAGOGIA, PSICODIAGNÓSTICO / PSICOLOGIA/ NEUROPSICOLOGIA/COACH VOCACIONAL & CARREIRA

 Os contatos: (67)999548716 / (67)34210550

Rua Ciro Melo, 2280 Centro- Dourados/MS

Facebook-Cenaipp

Sobre a Profissional- LUCIANE SPERAFICO”

* Mestre em Psicologia

* Psicanalista

* Psicopedagoga

* Pedagoga e Neuropedagoga

* Especialista Em Neuropsicologia

* Atualização Em Reabilitação Neuropsicológica

* Especialista Em Educação Especial com ênfase em Autismo

* Especialista Em Psicoterapia Cognitivo Comportamental

Screener da Síndrome de Irlen

*Analista Comportamental DISC pela SLAC

* Coach de Carreira &Coach Vocacional

*Facilitadora da metodologia LEGO SERIOUS PLAY e POINTS OF YOU

*Tutora Cogmed- Treinamento de Memória Operacional &Treino Cognitivo (Atenção)

*Formação em Psicologia Positiva e Terapia do Esquema

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Educadores protestam no CAM por falta de auxiliares nos Ceim’s
INFORME PUBLICITÁRIO
Semana Festiva no Restaurante Senhoritta
DOURADOS
Ação contra furtos em fazendas termina com homem preso e veículos apreendidos
RECEPTAÇÃO
Homem é preso tentando levar carro roubado na Bahia à fronteira
ECONOMIA
Mato Grosso do Sul deve ter o 3º maior crescimento do país em 2020
Saúde e Bem-estar
Prevenção é a palavra-chave
VILA INDUSTRIAL
Ladrão aponta arma a criança para roubar bolsa da mãe
TRÁFICO
Mulher é presa tentando entregar ‘supermaconha’ a marido na PED
REGIÃO
UEMS abre inscrições para o Programa de Cultura, Esporte e Lazer
Educação
Estudar inglês em escola de idiomas é uma das opções mais desejadas pelos pais

Mais Lidas

VILA SÃO BRÁS
Venezuelanos são flagrados consumindo maconha em bairro de Dourados
DOURADOS
Ferido com tiro no peito, entregador chega pilotando moto na UPA
DOURADOS
VÍDEO: Internos 'batem grade' e queimam colchões em princípio de rebelião na Unei
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia