Menu
Busca domingo, 21 de outubro de 2018
(67) 9860-3221

Começa hoje a 30ª edição do Festival de Gramado

12 agosto 2002 - 15h03

Uma das principais vitrines do cinema nacional e latino, o Festival de Gramado chega à idade da razão e completa 30 anos de existência.
Criado em 1973 para divulgar o potencial turístico da região, o evento ganhou vida própria e vem chamando a atenção do mundo para a cidade de 25 mil habitantes considerada a capital nacional do cinema.
A mostra competitiva de 2002 começa nesta segunda-feira e para a noite de abertura estão programados dois filmes: "Querido Estranho", de Ricardo Pinto e Silva, e "Dois Perdidos numa Noite Suja", de José Joffily, baseado na peça homônima de Plínio Marcos.
Este ano, oito produções concorrem na categoria longa-metragem de ficção, sendo quatro delas brasileiras. Na disputa pelo Kikito, estão os cariocas "Dois Perdidos numa Noite Suja", "Queridos Estranhos" e "Separações"; o paulista "Durval Discos" e o mineiro "Uma Onda no Ar".
A América Latina está representada pelo argentino "El Hijo de la Novia", que concorreu este ano ao Oscar de melhor filme estrangeiro, pelo chileno "Táxi para Três", por "Estrella del Sur" (co-produção do Uruguai, Espanha, Argentina e França) e pelo mexicano "La Perdición de los Hombres".
Uma novidade da edição de 2002 é a mostra competitiva de documentários, cujo destaque é o esperado "Edifício Master", de Eduardo Coutinho, que disputará o prêmio com os cariocas "A Cobra Fumou" e "Onde a Terra Acaba", e com o paulista "Nem Gravata Nem Honra", de Marcelo Masagão -filmes inéditos no Sul, mas já exibidos no eixo Rio-São Paulo.
Na categoria curta-metragem, a tarefa do júri não é nada fácil. Dos 134 inscritos, foram selecionados apenas 25, sendo 14 curtas em 35mm, 10 cutas em 16mm e um média-metragem em 16mm.
Este ano, é a atriz Marieta Severo quem recebe o Troféu Oscarito, homenagem mais que merecida não apenas por sua sensível performance no longa-metragem "Com Licença, Eu Vou à Luta" (1986), de Lui Farias, com o qual ganhou seu primeiro Kikito de melhor atriz, mas também pelo trabalho em "A Espera", curta-metragem que lhe rendeu o segundo Kikito, no mesmo ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Renata Kuerten desistiu da barriga trincada: "quero um corpinho violão"
FRONTEIRA
Homem tenta fugir, mas acaba preso com 392 quilos de maconha
AMEAÇA
Para fechar STF basta 'um soldado e um cabo', diz filho de Bolsonaro
RIO BRILHANTE
Morador de assentamento é encontrado morto e suspeita é latrocínio
DOURADOS
Mulher de 40 anos é assaltado quando desembarcava de ônibus
UEMS
Conselho de Ética abre inscrições para eleição de representantes
EMPREGO
Ao menos 7 órgãos abrem amanhã inscrições para mais de 100 vagas
FÁTIMA DO SUL
‘Tuzin’ morre após colidir motocicleta em rotatória
SHOWBIZ
Sabrina Sato coloca fim a mistério e revela nome pra lá de diferente da filha
INTOLERÂNCIA
UFGD divulga Nota de Repúdio sobre "Suástica" em painel

Mais Lidas

DOURADOS
Familiares e amigos dão adeus a empresário e filho mortos em acidente
DOURADOS
Bandidos atiram contra viatura e abandonam carro tomado em assalto
CANAÃ
Órgãos de segurança fecham festa organizada através do WhatsApp
RIO BRILHANTE
Caminhonete invade pista, bate em motocicleta e mata casal