Menu
Busca quinta, 17 de outubro de 2019
(67) 9860-3221

Colombiano é preso após engolir 72 cápsulas de cocaína

15 agosto 2002 - 15h43

O comerciante boliviano Carlos Yonni Morales Aguilera, de 28 anos, foi preso ontem em flagrante pela Polícia Civil no Aeroporto Internacional de Guarulhos por tráfico internacional de drogas. Em seu estômago e em seu intestino, havia 72 cápsulas de cocaína que ele tentava embarcar para a Espanha, segundo a Secretaria de Segurança Pública.
Aguilera iria ganhar US$ 1.350 pelo serviço de transporte de drogas, segundo policiais do Departamento de Narcóticos (Denarc). Ele entregaria o entorpecente para uma mulher, na estação de metrô Jatocha, em Madri. Antes de engolir as cápsulas, Carlos fez testes para verificar se tudo correria bem durante a viagem do Brasil até à Espanha, que duraria três dias.
Morador em Prolongación San Plablo, em Santa Cruz de La Sierra, Aguilera disse que aceitou transportar a droga porque está em dificuldades financeiras. Em depoimento ao delegado Luiz Henrique Mendes de Moraes, da 4ª Dise Sul, da Divisão de Investigação Sobre Narcóticos do Denarc, ele disse ter sido recrutado por Roberto Alba Bejarano.

Depois de fazer os testes com as cápsulas, envoltas em fita adesiva preta, o suspeito pegou um trem até Porto Quijaro, na fronteira com o Brasil. Para não chamar a atenção, atravessou a fronteira a pé e pegou um mototáxi até o Aeroporto de Corumbá (MT). Em vôo da TAM, ele chegou até o Aeroporto de Congonhas, no bairro Aeroporto, na Zona Sul da capital. Depois, pegou um ônibus e foi para Guarulhos, onde a polícia o esperava depois de ter recebido uma denúncia anônima.

Aguilera foi flagrado no check-in do vôo internacional. A princípio, os investigadores não encontraram nada com o suspeito, mas eles desconfiaram porque o comerciante estava muito nervoso e suando bastante. Por causa disso, os policiais decidiram levá-lo a um hospital de Guarulhos.

As radiografias mostraram que ele tinhas "corpos estranhos" no estômago e no intestino. Ele ingeriu laxante e, durante a noite, expeliu as cápsulas. Depois, confessou o crime.

O delegado apurou que Aguilera já havia viajado para Amsterdã, na Holanda, no mesmo esquema, mas ele nega ter levado drogas. Aguilera foi autuado em flagrante por tráfico internacional de drogas.




Deixe seu Comentário

Leia Também

BENEFÍCIO
Bolsonaro diz que 13º do Bolsa Família estará na LOA a partir de 2020
JUSTIÇA
Pintor acusado de estuprar irmãs e agredir bebê é indiciado por 6 crimes
DOURADOS
Polícia investiga morte de bebê logo após parto em Dourados
CEARÁ
Sobe para cinco o número de morto no desabamento de Fortaleza
TEMPORAL
Vendaval destelharam cerca de 50 casas em Ribas do Rio Pardo
APROVADOS
Agepen publica quadro de vagas para lotação de agentes penitenciários
MIRANDA
Ambiental recolhe filhote de cateto em sede de propriedade rural
PLANALTO
Carlos Bolsonaro pede desculpas por fazer post no Twitter do pai
GUIA LOPES
Após morte de criança por overdose, ação da polícia prende sete
SOLIDARIEDADE
Família faz vaquinha para tratamento de menina com síndrome rara

Mais Lidas

DOURADOS
Ciclista morre no HV após ser atropelado por ônibus
POLÍCIA
Irmãos são detidos após polícia encontrar droga no Jardim Flórida
DOURADOS
UPA passa a atender apenas casos de urgência e emergência
EXPULSÃO
Chefão do narcotráfico é entregue à Polícia Federal brasileira