Menu
Busca sábado, 22 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

CNPq abre inscrições para novo edital dos Institutos do Milênio

15 fevereiro 2005 - 18h11

Estão abertas, a partir de hoje (15), as inscrições para o novo edital dos Institutos do Milênio. No total, são R$ 90 milhões a serem desembolsados nos próximos três anos. O objetivo é ampliar as opções de financiamento a redes de pesquisa com excelência reconhecida e cada grupo aprovado poderá receber financiamentos que vão de R$ 500 mil a R$ 2 milhões anuais.O programa Institutos do Milênio destina-se a promover a formação de redes de pesquisa em todo o território nacional e financiar projetos mais abrangentes e relevantes de pesquisa científica e de desenvolvimento tecnológico em áreas propostas pela comunidade científica e do conhecimento priorizadas pelo Ministério da Ciência e Tecnologia.Durante o lançamento do Edital, na sede do CNPq (02/02/05), o Ministro da Ciência e Tecnologia, Eduardo Campos, afirmou que, “com o êxito dos 17 Institutos formados a partir da primeira fase do Programa, e agora com a ampliação do universo de áreas (induzidas e espontâneas), os pesquisadores ficarão mais motivados para criar novas redes e assim participar da seleção”.O presidente do CNPq, Erney Camargo, também ressaltou o sucesso dos grupos instituídos em 2001: “Promovemos a união de institutos de incontestável qualidade e de pesquisadores da maior competência”, acrescentando que a viabilidade de abrir este novo edital deve-se ao esforço do ministro Eduardo Campos.A data limite para a apresentação das propostas é 30 de abril e a divulgação dos resultados está prevista para 15 de junho, com o início da contratação dos projetos marcado para o final do mesmo mês. O formulário já está disponível exclusivamente via internet no endereço: http://www.cnpq.br/plataformalattes/formpropostaunico1.htmOs interessados podem submeter projetos em duas modalidades: ‘Demanda Espontânea’, com livre escolha do tema, e ‘Áreas Induzidas’, em áreas e temas pré-definidos. A primeira é destinada às redes de pesquisadores com excelência científica ou tecnológica já reconhecidas pelos seus trabalhos, em qualquer área do conhecimento. A modalidade ‘Áreas Induzidas’ abrange temas selecionados pelo MCT e considerados de interesse estratégico nacional, listados abaixo: -Fármacos e produtos naturais;-Violência e Segurança Pública;-Desenvolvimento e produção de novas vacinas, produtos imunobiológicos com fins terapêuticos e conjuntos diagnósticos;-Melhoramento animal e vegetal, tradicional e transgênico;-Amazônia: fauna, flora, produtos do extrativismo, sua industrialização e comercialização, desenvolvimento de softwares; -Terapia gênica;-Ecossistemas: (Amazônia, Pantanal e Semi-Árido);-Recursos do mar;-Aeronáutica e Aeroespacial;-Energia nuclear;-Fontes alternativas de energia;-Nanotecnologia;-Microeletrônica e nanoeletrônica;-Telemedicina;-Estratificação social e desigualdade;-Democracia e cidadania;-Biodiversidade amazônica;-Vetores de patógenos humanos e animais nos biótopos amazônico, pantaneiro, do semi-árido e do cerrado.Edital Institutos do Milêniohttp://www.cnpq.br/servicos/editais/ct/edital_0105_milenio.htm  

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Justiça manda município reformar escola rural pioneira
CAMPO GRANDE
Bandidos invadem condomínio de luxo e levam joias, dinheiro e armas
CAMPEONATO CARIOCA
Flamengo e Boavista decidem primeiro turno neste sábado
SEGURANÇA PÚBLICA
Operação Fronteira Segura é deflagrada no Sul do Estado
CORUMBÁ
Homem morre ao ser esfaqueado e assassino é preso
GAUCHÃO
Grêmio encara decisão contra o Caxias
DESACATO
Filha de vereador é presa após xingar policiais em blitz
BR-262
Pescadores liberam rodovia após quase 4h de protesto
JARDIM
Suspeito de estuprar enteada de 8 anos é preso
PESQUISA
Procon finaliza pesquisa de combustíveis mesmo após furto dos dados

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher ameaça se jogar de torre no Jardim Guaicurus
DOURADOS
Fechamento e promoções levam multidão a fazer fila em hipermercado
DOURADOS
Após negociação, mulher é resgatada de torre no Guaicurus
DOURADOS
Bombeiro usou técnica de rapel para resgatar mulher em torre