Menu
Busca terça, 12 de novembro de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Workshop discute implementação de língua estrangeira na UEMS

29 novembro 2018 - 19h50Por Da Redação

Nesta quarta-feira, dia 28 de novembro, a UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e o Instituto Federal de MS realizaram o primeiro Workshop sobre Internacionalização do Currículo no Ensino por Meio da abordagem CLIL. O evento foi voltado para professores e técnicos das Instituições de Ensino Superior e abordou a oferta de disciplinas de língua estrangeira, com palestra do professor Lukas Murphy, da English Language Fellow, RELO (Regional English Language Office).

Segundo o organizador do evento, assessor de Relações Internacionais e Mobilidade Acadêmica da UEMS, professor Ruberval Maciel, o foi apresentado aos professores, métodos de ensino baseados no CLIL (Content and Language Integrated Learning) como possibilidade de fortalecer a internacionalização. “O processo de internacionalização apresenta-se, cada vez mais, como estratégia promissora para que as instituições de ensino sejam inseridas em contextos globais de discussões relacionadas às esferas do ensino, pesquisa, extensão e gerenciamento”, explica do assessor de Relações Internacionais e Mobilidade Acadêmica da UEMS, professor Ruberval Maciel.

Para o professor Thiago Junior Pasquetti, do curso de Zootecnia, da UEMS de Aquidauana, essas novas técnicas para ensinar os estudantes a perderem o medo de falar um novo idioma são muito importantes. Temos um grande gargalo com os estudantes e professores também, que é o medo de conversar em inglês e espanhol, precisamos mudar isso. “Aprender um novo idioma é uma questão de comunicação, aprendemos a se comunicar, abamos interagindo mais, o que acaba sendo muito benefício para vida profissional”, afirmou Thiago.

Thiago comentou sobre uma nova disciplina para o curso de pós-graduação em Zootecnia da UEMS, que será responsável. Segundo ele, a Língua Inglesa será trabalhada com características próprias do curso. “Usaremos o novo idioma com linguagem específica do curso, sem a preocupação com a tradução, que só nos faz perder tempo”, explica Thiago.

Para a professora Rosenery Loureiro, do curso de Ciências Contábeis da UEMS de Ponta Porã, o workshop traz a importância do idioma estrangeiro como forma de acesso a outras culturas, informações e principalmente ao processo de internacionalização da UEMS. “Trazer alguém de fora, compartilhar saberes também faz parte da internacionalização. Achei muito interessante o instrutor fazer os professores como alunos. Nós hoje, podemos sentar do outro lado e entender e refletir sobre nossas metodologias”, disse Rosenery.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Setor de serviços cresce 1,2% em setembro, aponta IBGE
DOURADOS
Empresa é contratada para ajudar em licitações suspensas pelo TCE
Saúde e Bem-estar
Como entender a Síndrome de Burnout
DOURADOS
Conselho de Defesa do Consumidor aprova locação de imóvel durante reforma do Procon
FRONTEIRA
Família brasileira é sequestrada no Paraguai
Educação
Vantagens do ensino a distância – EAD UNIP Polo Dourados-MS
ECONOMIA
Em 10 meses, receita de exportação de industrializados de MS alcança quase US$ 3 bilhões
DOURADOS
Casa de homem que tentou matar rival é alvejada a tiros com gestante e crianças dentro
INTERNACIONAL
Presença do presidente chinês no Brasil aprofundará parcerias no Brics
POLÍCIA
Homem tem bicicleta levada em assalto próximo a igreja na Vila Cachoeirinha

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente mata uma pessoa próximo a Embrapa
BR-163
Motorista morre ao bater de frente com carreta em Dourados
PONTA PORÃ/PEDRO JUAN
Três são assassinados e um bebê fica ferido em "domingo sangrento" na fronteira
DOURADOS
Justiça manda município pagar salário a guarda municipal preso por tráfico