Menu
Busca terça, 23 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
EDUCAÇÃO

UEMS abre inscrições para Projeto Rondon no Pantanal e em Alagoas

15 setembro 2017 - 11h21

O Ministério da Defesa, por meio da Coordenação-Geral do Projeto Rondon, tornou público o convite às Instituições de Ensino Superior (IES) que queiram participar das Operações Pantanal, no Estado de Mato Grosso do Sul e ou Palmares, no Estado de Alagoas, ambas em julho de 2018, por meio do Edital 065/2017 - Chamamento Público do Processo de Seleção e da Participação das IES, de acordo com o Diário Oficial da União nº. 170 de 04 de setembro de 2017, p.31-35, no Anexo A.

Assim, a Universidade Estadual de Mato grosso do Sul (UEMS), por intermédio da Pró-reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários (Proec), convida os professores efetivos da Instituição, que tiverem espírito aventureiro, experiência em extensão universitária e quiserem vivenciar trabalhos em outra região do Brasil ou no próprio Pantanal, para participarem do Projeto Rondon 2018 coordenando equipes que representarão a Universidade.

Considerando que cada IES só pode enviar uma proposta para cada operação, e visando organizar estas propostas, os professores interessados em participar deverão manifestar interesse, enviando e-mail para divisaoextensao@gmail.com até a próxima segunda-feira (18), informando qual a operação e conjunto pretende participar, sendo que a elaboração e o envio da proposta, deve ser até o dia 1 de outubro, no e-mail divisaoextensao@gmail.com .

###Operações previstas
A Operação Pantanal será desenvolvida entre os dias 06 e 22 de julho/2018, em 11 (onze) municípios do Estado de Mato Grosso do Sul, a saber: Bandeirantes, Bodoquena, Corumbá, Corguinho, Dois Irmãos do Buriti, Jaraguari, Ladário, Miranda, Rio Negro, Rochedo e Terenos. Terá como Centro Regional a cidade de Campo Grande.

- A Operação Palmares será desenvolvida entre os dias 15 e 30 de julho/2018, em 10 (dez) municípios do Estado de Alagoas, a saber: Belém, Cacimbinha, Coité do Nóia, Chã Preta, Jacuípe, Jequiá da Praia, Jundiaí, Olivença, Quebrangulo e Roteiro. Terá como Centro Regional a cidade de Maceió/AL.

Toda proposta de Trabalho deve seguir a estrutura prevista no Anexo B. Deve iniciar com o diagnóstico da região abrangida pela operação, seguido das ações previstas nas temáticas do conjunto A ou conjunto B, também orientadas para mesma região e carências detectadas no diagnóstico.

###Detalhamento do diagnóstico no projeto
1 - Contextualização da região abrangida pela Operação ;

2 - Diagnóstico urbano e rural com a identificação do índice de pobreza e de exclusão social dos municípios contemplados no edital;

3 - Identificação dos principais problemas sociais e deficiências de informações, benefícios, serviços, programas e projetos, dos municípios contemplados no edital;

4 - Identificação das principais políticas públicas vigentes nos municípios contemplados no edital;

5 - Análise da situação econômica e social dos municípios contemplados no edital.

###Detalhamento das temáticas dos Conjuntos A e B no projeto
O Conjunto A deve contemplar as temáticas de Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação e Saúde e o conjunto B deve contemplar as temáticas de Comunicação, Tecnologia e Produção, Meio Ambiente e Trabalho. As áreas de atuação de cada temática estão estabelecidas no edital no Anexo A e o projeto deve descrever, em detalhes, como a equipe pretende desenvolver as ações atendendo a cada temática.

O projeto será avaliado conforme critérios da Ficha de Avaliação da Comissão de Avaliação de Propostas do Projeto Rondon (CAPPR), para os conjuntos "A" e "B", disponível no Anexo C.

De acordo com Edital 065/2017, as ações devem ter caráter de extensão, e contribuir para o desenvolvimento sustentável das comunidades, para o desenvolvimento e o fortalecimento da cidadania do estudante universitário, o bem-estar social e a qualidade de vida nas comunidades carentes, usando as habilidades universitárias. As ações propostas deverão ser direcionadas a um público capaz de reproduzi-las e multiplicá-las no seio da comunidade, tornando-as permanentes. Poderão ser realizadas oficinas complementares visando viabilizar, apoiar ou dar suporte às ações de capacitação.

###Normas para elaboração das propostas
Conter: Introdução, objetivo geral, justificativa, objetivo específico, público-alvo, detalhamento das ações a serem desenvolvidas nas oficinas, cronograma, considerações finais e referências bibliográficas, fonte Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,5 cm e, no máximo, em 40 páginas, conforme anexo B - modelo de estrutura de proposta para as ações dos conjuntos "A" e "B".

Os alunos serão selecionados após a aprovação do projeto pelo Ministério da Defesa.

Caberá à Comissão Organizadora do Projeto Rondon /UEMS a análise e julgamento das propostas recebidas, encaminhando as selecionadas para o Ministério da Defesa. Todos os

Informações podem ser obtidas pelo e-mail: divisaoextensao@gmail.com e telefones (67) 3902-2630 ou 3902-2562.


Deixe seu Comentário

Leia Também

INOVAÇÃO
Alunos da Escola do Sesi de Dourados criam locadora de produtos
SIDROLÂNDIA
Pego com a mão na massa: moradora flagra homem se masturbando
MS
Abertas inscrições para mais de 1.800 vagas em concursos públicos
SIDROLÂNDIA
Motorista é preso com 194 quilos de maconha na rodovia MS-162
SUPOSTO CORONEL
Supremo manda PGR investigar ataques a Rosa Weber em vídeo
STJ
Justiça autoriza soltura de advogado preso junto com André Puccinelli
PESQUISA
Ibope para presidente, votos válidos: Bolsonaro, 57%; Haddad, 43%
NOVA ANDRADINA
Dupla é flagrada arremessando drogas para dentro de presídio
DOURADOS
Mostra Cultural Saberes indígenas na Escola acontece em novembro
JUSTIÇA
Plano de saúde indenizará paciente por negar cobertura de tratamento

Mais Lidas

RODOVIA
Ônibus que saiu de Dourados pega fogo na BR-163; veja vídeo
OPERAÇÃO SATURAÇÃO
Megaoperação cumpre dezenas de mandados de prisão em Dourados
DOURADOS
Ação contou com apoio de 4 delegacias da Capital e cumpriu mais de 40 mandados de prisão
DOURADOS
Indígena é espancado por 14 presos em cela do 1º DP e morre