Menu
Busca sábado, 21 de abril de 2018
(67) 9860-3221
CRIME AMBIENTAL

Turistas são multados em R$ 2,7 mil por pesca ilegal

29 setembro 2017 - 16h50Por Da Redação

Policiais Ambientais de Aquidauana realizavam patrulhamento fluvial ontem (28) à tarde, nas proximidades do Pesqueiro Toca da Onça, no município e autuaram três pescadores, residentes em Cravinhos (SP), por pescar sem autorização ambiental.

Os pescadores, de 32, 34 e 62 anos, tinham no rio Aquidauana 30 kg de pescado das espécies pacu, cachara e piavuçu.

O pescado foi apreendido. Cada infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 900,00, perfazendo R$ 2.700,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

ALERTA - A pesca sem licença não é crime ambiental, porém, a PMA alerta que é documento necessário para a pesca no Estado e sua falta caracteriza-se como infração administrativa, que prevê, além da multa mínima de R$ 300 até a máxima de R$ 10 mil, a apreensão de barco, motor, produto e material da pesca, bem como veículos utilizados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Quatro árbitros de MS são escalados para os Brasileiros das Séries C e D
DOURADOS
Demissões aumentam, mas acumulado do ano ainda é positivo
FERIADO
Comércio e shopping abrem normalmente neste sábado
SORRISÃO
Graciele Lacerda faz ensaio fotográfico e exibe corpão à beira da pescina
PRAZO MÁXIMO
Justiça decide internar adolescente que matou advogada em Aquidauana
PRONUNCIAMENTO
Temer defende governo e critica "torcida organizada pelo fracasso"
ÁGUA CLARA
PRF recupera em MS veículo de luxo furtado no interior de São Paulo
LOTERIA
Aposta única fatura sozinha prêmio de R$ 9,3 milhões da Mega-Sena
UEMS
“Mobilização sem precedentes” marca desenvolvimento da Rila em MS
CORUMBÁ
Motociclista irlandês tem perna amputada após acidente na BR-262

Mais Lidas

SOLIDARIEDADE
Dourados inaugura a primeira geladeira solidária nesta sexta-feira
ABRIGO
Fazendeiro morto por pistoleiros já hospedou membro do Comando Vermelho
Morador da Rocinha foi preso com documento falso quando vigiava posto da PRF, na BR-463, uma das principais rotas do narcotráfico
POLÍCIA
Mulher é presa com crack do Paraguai na Rodoviária de Dourados
TRÊS LAGOAS
Homem procura delegacia após investir carro em bitcoin e não ter retorno prometido