Menu
Busca domingo, 15 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
GREVE

TST concede liminar aos Correios para manter efetivo de 80%

26 setembro 2017 - 11h43

Na tarde de ontem (25), o Tribunal Superior do Trabalho - TST acatou o pedido dos Correios e concedeu liminar determinando que as federações representantes dos trabalhadores dos Correios garantam o efetivo mínimo de 80% dos empregados em cada unidade dos Correios, sob pena de multa diária de R$ 100 mil no caso de descumprimento.

Embora levantamento desta terça-feira (26) mostre que 90,59% do efetivo dos Correios do Brasil não aderiu à paralisação — o equivalente a 98.350 trabalhadores, em algumas unidades a determinação do TST não está sendo cumprida. Em Mato Grosso do Sul, 85% do efetivo está presente e trabalhando – o que corresponde a 1252 empregados.

Nas localidades em que há adesão ao movimento, os Correios vêm realizando ações a fim de minimizar os transtornos à população. No último fim de semana (23 e 24) foram entregues mais de 1,7 milhão de objetos postais (entre cartas e encomendas).

Em todo o país, a rede de atendimento está aberta e todos os serviços, inclusive o SEDEX e o PAC, continuam disponíveis. Apenas os serviços com hora marcada (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária) estão com postagens suspensas para os seguintes destinos: Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, e para algumas cidades do interior de São Paulo e de Pernambuco. O volume dos serviços com hora marcada postado para esses destinos representa apenas 0,5% de todas as encomendas entregues pelos Correios e a suspensão foi realizada com o intuito de redirecionar os recursos para os demais serviços, que são os mais utilizados pelos clientes.

Na última sexta-feira (22), os Correios e a Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) chegaram a uma proposta de Acordo Coletivo de Trabalho para o biênio 2017/2018, que contempla reajuste de 3% nos salários e benefícios a partir do mês de janeiro de 2018 e manutenção do ACT 2016/2017. A cláusula do plano de saúde continua sendo mediada pelo TST.

Hoje (26), a proposta será levada para as assembleias dos sindicados filiados à Findect. No momento, os Correios aguardam os resultados das assembleias.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ops!
Bruna Marquezine deixa parte do seio escapar em foto de biquíni
POLÍCIA
PRF recupera em Rio Brilhante veículo roubado há 6 anos em SP
EDUCAÇÃO
Provas do Encceja Exterior serão aplicadas neste domingo em 12 países
CRIME AMBIENTAL
Suspeito de caça é preso por porte ilegal de espingarda
ECONOMIA
Empresa Júnior da UEMS Dourados é premiada em evento nacional
CONTRABANDO
Operação apreende 62 caixas de essência de narguilé e 100 caixas de cigarros
AQUIDAUANA
Fiscalização encontra nove trabalhadores em condição análoga à de escravo
TERROR
Governo dos Estados Unidos confirma morte de filho de Osama bin Laden
NOVA ALVORADA
Professor fica gravemente ferido após ser agredido durante assalto
OPORTUNIDADE
Frigorífico oferece vagas de emprego em Dourados e mais duas cidades

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista faz ‘strike’ de motos no Centro e deixa três feridos
DOURADOS
Força-tarefa tira mais de 20 veículos de circulação na Coronel Ponciano
TRAGÉDIA
Cantor sertanejo morre em acidente de carro no MS
DOURADOS
Armados, indígenas se aproximam de seguranças em área invadida na Perimetral Norte