Menu
Busca quinta, 13 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
CURSO

Tribunal de Contas capacita jurisdicionados de Campo Grande

18 setembro 2017 - 19h35

Seguindo o modelo de gestão pedagógico e preventivo implementado pelo presidente do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul, conselheiro Waldir Neves, o curso "Instrução Processual – Remessas Física e Eletrônica" é uma recomendação do conselheiro Jerson Domingos e conta com o apoio da presidência do TCE-MS para oferecer mais uma oportunidade, dessa vez, aos jurisdicionados que compõem o quadro administrativo do município de Campo Grande, para que os mesmos ampliem o conhecimento e ainda alcancem a plena assertividade no envio das contas ao Tribunal de Contas.

Depois de constatada as dificuldades que os jurisdicionados vêm apresentando na operacionalização do sistema e-Protocolo, o curso "Instrução Processual – Remessas Física e Eletrônica", promovido pelo TCE-MS, por meio da Escola Superior de Controle Externo – ESCOEX, tem como objetivo auxiliar o município de Campo Grande, que detém uma estrutura significativa descentralizada por secretarias, com um treinamento específico e adequado para que as remessas física e eletrônica de documentos sejam enviadas ao Tribunal de Contas com o mínimo de irregularidades.

O curso será ministrado pela instrutora e chefe do serviço de protocolo do TCE-MS, advogada, bacharel em administração de empresas e pós-graduada em auditoria e controladoria, Simone Aparecida Cabral de Amorim que destaca a importância do treinamento: "Por décadas, o protocolo era enviado somente na forma física, e, atualmente o momento é novo em razão da remessa eletrônica, e se o jurisdicionado não fizer o encaminhamento da forma adequada não conseguirá efetivar o envio dos documentos".

Simone Amorim lembra que a Capital é um município que faz parte da jurisdição do conselheiro-relator, Jerson Domingos, que tem trabalhado com sua equipe ‘in loco’, e detectou que gestores públicos de Campo Grande têm enfrentado dificuldades no envio eletrônico de documentos e com isso um número significativo de processos estão deixando de ser encaminhados ao Tribunal de Contas. "A própria prefeitura demonstrou interesse e já procurou a diretoria geral da Corte de Contas alegando dificuldades nas remessas, em razão disso o treinamento será exclusivo para profissionais da Capital, prefeitura, câmara, bem como todas as secretarias, órgãos, fundações e autarquias municipais".

De acordo com a instrutora o treinamento será bem prático: "Tomamos como base as dificuldades e dúvidas apontadas pelos jurisdicionados ao formalizar os processos, como no cumprimento da legislação do Tribunal, dentre outras, a ideia é ministrar um curso trabalhando nos pontos específicos das dificuldades com um momento em que abriremos, ainda, espaço para perguntas".

O curso será ministrado no Auditório da ESCOEX, terça-feira, dia 26 de setembro, no horário das 13h às 18h e vai disponibilizar 108 vagas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Cocaína é apreendida em fundo falso de carro de passeio
MEIO AMBIENTE
Medidas de contenção de erosão são tomadas para preservar rios de Bonito
UEMS
Auditório do campus de Dourados terá capacidade para mais de 800 lugares
SUSTENTABILIDADE
Centro cultural é construído com restos de andaime e pedras
DOURADOS
Ventania derruba fios de energia e morador reclama da demora em solucionar o problema
DOURADOS
Mesa Diretora da Câmara será votada hoje
DOURADOS
Vereadores presos são afastados pela Justiça e suplentes assumem hoje
BRASIL
PF cumpre mandado de busca em investigação de ameaça a Bolsonaro
ORDEM DO DIA
Deputados votam 23 projetos hoje, 14 em regime de urgência
INFORME PUBLICITÁRIO
Veja os 10 melhores produtos para refrescar o calor com a Leroy Merlin

Mais Lidas

DOURADOS
Idoso é preso por abusar de criança durante três anos: “ela fazia porque gostava”
REGIÃO
Rapaz é encontrado enforcado às margens da MS-156
DOURADOS
Jovem que matou namorada e filha é indiciado por duplo feminicídio
PANTANAL
Homem rodeado por jacarés é resgatado de riacho em MS