Menu
Busca sexta, 19 de abril de 2019
(67) 9860-3221
AGRO

Tereza Cristina diz que Bolsonaro não vai admitir invasão de terra

09 novembro 2018 - 15h35Por Da Redação

A deputada federal reeleita e escolhida pelo presidente da República Jair Bolsonaro para ocupar o cargo de ministra da Agricultura, Tereza Cristina, esteve hoje na sede da Famasul e atendeu a imprensa local em seu primeiro compromisso no Estado após aceitar o convite. 

A coletiva foi realizada na sede da Casa Rural, nessa sexta-feira (9) e de acordo com a parlamentar, as invasões de terra não serão toleradas no futuro governo.

“O presidente Bolsonaro não vai admitir invasão de qualquer tipo de movimento, seja sem terra ou indígena. A Funai é ligada ao Ministério da Justiça, por tanto, ao futuro ministro Sérgio Moro, estrutura que está sendo desenhada, e ele frisou para mim que, na segurança jurídica, não vai titubear”.

Ainda sobre o tema, Tereza pontuou: “Aqui no nosso caso de demarcação de terras indígenas, temos as 19 condicionantes do Supremo. É um assunto recorrente que hoje não é cumprido nas instâncias inferiores da justiça. Acaba sendo judicializado, levando 20 anos ou mais para ter o caso resolvido. Todo mundo perde!”.
 

Tereza Cristina foi indicada pela bancada ruralista e o nome dela foi aceito pelo presidente eleito na terça-feira (9/11). 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Guarda faz batida em festa regada a álcool e narguilé e encontra menores bêbados
INFLUENZA
Vacinação se estende a outros grupos a partir de segunda
FAMOSOS
Danni Suzuki festeja estreia de filho como ator em encenação da Paixão de Cristo
BATAGUASSU
Bêbada perde controle de direção e quase entra com carro em agência
HOMICÍDIO
Homem é assassinado a tiros na Capital
BRASIL
Bolsonaro: invasão de terra tem que ser tipificada como terrorismo
DOURADOS
Comércio e bancos fechados e shopping em horário especial nesta sexta
SHOWBIZZ
Carol Castro exibe curvas em clique de biquíni: "fotossíntese"
CAPITAL
Comerciante é preso com pistola e dezenas de munições de grosso calibre
ECONOMIA
Correios entrou na lista de privatizações do governo Bolsonaro

Mais Lidas

DOURADOS
Corpo desovado no IV Plano é de homem que matou e jogou mulher dentro de poço há 6 anos
DOURADOS
Polícia prende dois e acaba com "tribunal” que poderia resultar em morte no Canaã I
VIOLÊNCIA
Corpo é encontrado ‘ensacado’ em Dourados
DOURADOS
Homem foi espancado e enrolado em lençóis antes do corpo ser desovado no IV Plano