Menu
Busca quinta, 21 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
DEBATE

Terça Jurídica será realizada dia 17 e discutirá Recuperação Judicial

11 julho 2018 - 18h20Por Da Redação

Será realizada no dia 17 de julho, na Sede do Sistema Brasileiro do Agronegócio (SBA), em Campo Grande, a próxima edição da Terça Jurídica, organizada pelo Instituto Brasileiro de Administração Judicial (IBAJUD), em que serão debatidos temas relacionados à Recuperação Judicial e Falência.

A Terça Jurídica é um debate bimestral, destinado a administradores, advogados, contadores, magistrados e demais profissionais que atuam em processos de insolvência. E pela primeira vez o evento será realizado fora do estado de São Paulo, liderados por palestrantes especialistas no assunto, objetivando promover a troca de conhecimento entre os participantes.

Na edição de Campo Grande, a mesa de debates será presidida pelo juiz da Vara de Falência, Recuperação Judicial e Insolvência de Campo Grande, José Henrique Neiva de Carvalho e Silva, que destaca a credibilidade do IBAJUD com palestras e cursos sobre o tema e sua importância.

“O Instituto é muito reconhecido por tratar de assuntos relacionados a Recuperação Judicial. É uma grande oportunidade para Mato Grosso do Sul”.

Para o juiz, ainda que de forma tímida, os empresários começam a ter consciência dos recursos disponíveis a fim de se evitar falência de uma empresa. “Com a crise econômica, os empresários procuram paulatinamente a solução jurídica para que as empresas continuem com suas atividades, mantenham os funcionários e retomem o crescimento”, explica Neiva.

O promotor de Justiça do Estado de SP, Eronides Santos, em sua palestra abordará o tema: Plano de trabalho na falência e remuneração do Administrador Judicial. O administrador judicial e embaixador do IBAJUD/MS, José Eduardo Chemin Cury, apresentará os aspectos técnicos da recuperação judicial e seus efeitos no Estado de Mato Grosso do Sul.

Para José Eduardo Cury, o evento é importante para divulgar e discutir a recuperação judicial a toda comunidade jurídica. “Divulgar as boas práticas da recuperação judicial, ainda que o cenário seja inibido em Mato Grosso do Sul, é de imensa valia. O conhecimento e as boas práticas da recuperação têm uma função social excelente”, ressalta.

A Recuperação Judicial no Agronegócio e a Segurança Jurídica para o Credor será o tema apresentado pelo professor e advogado de MS, Bruno Oliveira Castro. A administradora judicial no Estado do Paraná, Aletheia Cristina Biancolini D'Ambrosio, ministrará palestra sobre Recuperação Judicial de Microempresa (ME) e Empresa de Pequeno Porte (EPP).

O evento tem o apoio da Associação dos Magistrados de Mato Grosso do Sul (AMAMSUL), da OAB de Mato Grosso do Sul e da Escola Superior de Advocacia de MS (ESA). A inscrição para juiz é gratuita e pode ser feita pelo telefone da secretaria da AMAMSUL.

Mais informações podem ser obtidas pelo link https://bit.ly/2IafHyO

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Giulia Costa renova o bronzeado e se refresca em dia de praia no Rio
CAMPO GRANDE
Menino de 9 anos tenta atravessar a rua é atropelado por van escolar
POLÍTICA
Oposição promete dificultar tramitação da reforma da Previdência
CRIME AMBIENTAL
Ambiental prende infrator pescando em cachoeira durante a Piracema
REUNIÃO
Governadores pedem ajustes na reforma e plano de ajuda a estados
CAPITAL
Motorista atropela motoqueiro e na fuga acerta carro estacionado
UEMS
Palestra sobre meditação será na próxima sexta-feira em Dourados
PONTA PORÃ
Baleado na cabeça, integrante de família tradicional morre em hospital
RAIS
Empregadores devem entregar declaração anual até o dia 5 de abril
TRÁFICO
Polícia recupera veículo com mais de 400 quilos de droga na MS-164

Mais Lidas

CRIME EM 10 DE FEVEREIRO
Acusados de matar jovem a facadas em Dourados se apresentam à polícia
DOURADOS
"Lata de sardinha": universitários sofrem com ônibus lotados para chegar até Universidades
TRÁFICO
Trio é preso com mais de meia tonelada de cocaína
DOURADOS
Polícia busca imagens para chegar a motociclista que atropelou e matou criança