Menu
Busca segunda, 18 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
MATO GROSSO DO SUL

TCE aprova primeiro processo de Monitoramento

05 outubro 2017 - 15h05Por Da Redação

O TC/1878/2017, de relatoria da conselheira Marisa Serrano, referente ao primeiro processo de Monitoramento foi aprovado pelos conselheiros em sessão do Pleno de quarta-feira, dia 04 de outubro. O monitoramento, segundo o Tribunal de Contas da União (TCU), tem por objetivo verificar o cumprimento das deliberações do Tribunal, cuja implementação gera impactos consideráveis em termos financeiros ou qualitativos. 

A auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul, no projeto da Secretaria Estadual de Educação, de Formação Continuada em Língua Portuguesa para Professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental no ano de 2008, apontou deficiências na gestão, no planejamento e no controle das capacitações dos participantes. Detectou, também, que o processo de seleção das escolas que receberiam essas capacitações teve como critério único o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) abaixo da média estadual; não oportunizando, portanto, igualdade entre as demais participantes.

Já a Lei Complementar do Estado de Mato Grosso do Sul n.160/2012, alterada pela Lei Complementar Estadual nº 231/2016, em seu art. 31 definiu o monitoramento como um instrumento de fiscalização utilizado pelo TCE-MS para verificar o cumprimento de suas deliberações e os resultados delas advindos.

Vale lembrar, também, que em relação ao monitoramento, as Entidades de Fiscalização Superior (EFS) do Canadá, dos Estados Unidos, do Reino Unido e da Suécia, equivalente ao Tribunal de Contas da União, utilizam a taxa média de implementação referente a 60 e 75% de suas recomendações como medidas do impacto de seus trabalhos. 

E, na execução deste primeiro monitoramento, o Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul atingiu o patamar de 72% da implementação das suas recomendações, equiparando-se, assim, aos indicadores internacionais de implementação.

Em deliberação plenária, o TCE-MS encaminhará a cópia da decisão para a Secretaria de Estado de Educação - SED/MS, aos presidentes do Conselho Estadual de Educação; da Assembleia Legislativa e ao presidente da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa, para que assim possam atuar sobre as oportunidades de melhoria identificadas, resultantes do referido monitoramento. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Um ano após pedido de demissão, ex-secretário de Délia retorna à prefeitura
GERAL
Centro alerta sobre revogação da exigência da emissão do Registro Aduaneiro
TRÁFICO DE DROGAS
Homem é preso com mais de 40kg de maconha na BR-060
CAMPO GRANDE
Ciclista suspeito de estar bêbado é atropelado e morre
ECONOMIA
Mercado reduz projeção de crescimento da economia para 2,48% em 2019
DOURADOS
“Buracão da Federal” dá prejuízo a motoristas em via movimentada
EDUCAÇÃO
230 mil estudantes da Rede Estadual de Ensino retornam às aulas nesta segunda-feira
ELEIÇÕES 2018
Pedido de Bernal para validar votos é negado pelo STF
CAMPO GRANDE
Ex-tenente acusado de furtar cadáver é preso dirigindo bêbado
GERAL
Senai prorroga período de matrículas para dois cursos técnicos em Corumbá e Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Após denúncia anônima, Polícia fecha “boca de fumo” no jardim Itália
POLÍCIA
Para defender a mãe de agressão, adolescente mata padrasto a tiros
Homem é assassinado a tiros de pistola na região de fronteira
TRÁFICO
Homem de 27 anos é preso com 185 quilos de maconha em residência