Menu
Busca quarta, 12 de dezembro de 2018
(67) 9860-3221
IMPASSE

Servidores da Energisa ameaçam entrar em greve por falta de reajuste salarial

07 dezembro 2018 - 13h50Por Vinicios Araújo

Servidores que atuam nas atividades da Energisa, concessionária que distribui a iluminação aos lares sul-mato-grossenses, ameaçam entrar em greve caso a empresa não conceda o reajuste salarial acima da inflação. A informação foi repassada em nota assinada pelo Sinergia-MS (Sindicato dos Trabalhadores na Indústria e Comércio de Energia no Estado de Mato Grosso do Sul).

Os profissionais questionam a resistência da empresa em garantir o reajuste mesmo tendo tido um lucro líquido de R$ 115,5 milhões nos primeiros 9 meses de 2018, o que representa aumento de 96,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

“A empresa tem alta lucratividade e na hora de valorizar os funcionários que são responsáveis pelos resultados somos tratados com esse descaso, a concessionária não reconhece os trabalhadores e ainda quer retirar direitos”, critica o presidente do Sinergia-MS, Elvio Vargas.

A nota ainda ressalta que a concessionária sul-mato-grossense foi a que mais lucrou no grupo Energisa. “Dados do relatório financeiro do grupo apontam que Energisa-MS teve o melhor desempenho nas vendas de energia, com crescimento de 5,4%, acima do índice nacional que foi de 1,3%”, revela trecho.

“A empresa coloca o lucro na frente do trabalhador e da população, prova disso, é que ela deixou de fazer o serviço de ligação de urgência porque fez as contas e viu que seria necessário muito investimento. Então, mesmo a população pagando caro pelo serviço, isso não chega para o trabalhador e não é devolvido em qualidade ao cliente”, avalia Elvio.

OUTRO LADO

Questionado o posicionamento, a Energisa ressaltou que o acordo coletivo é efetuado anualmente entre empresa e sindicato e também que está aberta ao diálogo. 

Além disso, a concessionária ressaltou que por lei tem garantido o direito de manter o número mínimo de efetivos para garantia do serviço de distribuição em caso de greves. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Glenda Kozlowski coloca o bronzeado em dia no Rio de Janeiro
CULTURA
Cineclube UFGD encerra 2018 com o filme Feliz Natal
CORRUPÇÃO
Desembargadora Tânia Borges é alvo de novo processo no CNJ
PETRECHO PROÍBIDO
Ambiental apreende 200 metros de redes de pesca no Rio Paraguai
AEM/MS
Agência realiza fiscalização de brinquedos para o Natal em Dourados
CRIME AMBIENTAL
Dois são autuados com capivara que tinham acabado de abater
QUASE
Avião agrícola cai em lavoura e fica destruído; piloto ficou ferido
PROCESSO SELETIVO
Sesc abre vagas de professor temporário com salários de R$ 4,9 mil
BORORÓ
Adolescente morre afogado quando se banhava com amigos em lagoa
PRIVILÉGIO
Comissão da Câmara aprova restrição de foro a chefes dos três Poderes

Mais Lidas

DOURADOS
Contador e esposa são presos na segunda fase da Operação Pregão
DOURADOS
Polícia prende acusado de agredir e esfaquear idosa em assalto
TRAGÉDIA
Neto matou avó com duas facadas nas costas
TRAGÉDIA EM ITAPORÃ
Antes de assassinato, menor discutiu com a avó porque queria vir para Dourados