Menu
Busca quinta, 17 de outubro de 2019
(67) 9860-3221
LEGISLATIVO

Seis projetos estão pautados para a Ordem do Dia de hoje

09 outubro 2019 - 08h59Por Da Redação

Os deputados da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) devem votar, na sessão ordinária desta quarta-feira (9), seis projetos de lei. Entre as matérias, está uma Proposta de Emenda da Constituição Federal, pautada para primeira discussão, que visa à concessão de imunidade tributária relativa à contribuição para a seguridade social aos hospitais públicos, às unidades básicas de saúde e às de pronto atendimento. Além desse projeto, estão previstos três para segunda discussão e um para votação única.

Proposto pelo deputado Marçal Filho (PSDB), o Projeto de Resolução 49/2019 visa à alteração do parágrafo 7º do artigo 195 da Constituição Federal.

A proposta tem como coautores os parlamentares Antônio Vaz (Republicanos), Cabo Almi (PT), Coronel David (PSL), Jamilson Name (PDT), Lidio Lopes (PATRI), Neno Razuk (PTB), Pedro Kemp (PT) e Renato Câmara (MDB). “Hoje, os hospitais filantrópicos brasileiros que fazem pelo menos 60% dos atendimentos pelo SUS têm direito a imunidade fiscal sobre a seguridade social. Já os hospitais públicos, postos de saúde e Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), mesmo atendendo integralmente pelo SUS, não recebem o mesmo benefício”, afirmam os deputados na justificativa do projeto.

Em segunda discussão, deve ser apreciado o Projeto de Lei 114/2019, de autoria do deputado Marçal Filho. A proposta “dispõe sobre as informações e o ressarcimento aos consumidores dos percentuais aplicados por furtos de energia elétrica e suas perdas”. Foram favoráveis os pareceres da Comissão de Serviço Público, Obras, Transporte, Infraestrutura e Administração e da Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor.

Também pautados para segunda votação estão os projetos de lei 189/2019 e 215/2019. O primeiro, de autoria do deputado Professor Rinaldo (PSDB), inclui a “Cavalgada do Município de Selvíria-MS” no calendário de eventos de Mato Grosso do Sul. O outro projeto, proposto pelo deputado João Henrique (PL), modifica o anexo da Lei 3.945/2010, substituindo o termo “divisão” por “criação” do Estado de Mato Grosso do Sul.

Em discussão única, estão pautados dois projetos de resolução autoria do deputado Marçal Filho. O primeiro (48/2019) institui a “Comenda Professora Maria Ildonei de Lima Pedra”, em homenagem aos Profissionais de Educação.

O outro projeto (65/2019) cria a “Comenda Antônio Tonani” aos Profissionais e Empresas de Rádio Difusão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UEMS
Apresentação de dança ajuda na construção do Hospital de Amor de Dourados
ECONOMIA
Setembro tem a maior criação de emprego para o mês desde 2013
NAVIRAÍ
Médico diz que ganha pouco, se recusa a atender grávida e acaba preso
JUSTIÇA
Banco deve encerrar financiamento estudantil e indenizar acadêmico
COTAÇÃO
Dólar fecha em alta após dia de sobe e desce
ECONOMIA
Dourados é responsável por mais de um terço dos empregos criados no Estado em setembro
CONTRABANDO
Veículos abarrotados com quase meio milhão de maços de cigarros são apreendidos
FRONTEIRA
Pai e filho são presos por envolvimento em assassinato de idoso
SAÚDE PÚBLICA
Prazo para exames de diagnóstico de câncer pelo SUS em 30 dias é aprovado no Senado
CRISE NO PSL
Delegado Waldir permanecerá como líder do PSL na Câmara

Mais Lidas

DOURADOS
Ciclista morre no HV após ser atropelado por ônibus
POLÍCIA
Irmãos são detidos após polícia encontrar droga no Jardim Flórida
DOURADOS
UPA passa a atender apenas casos de urgência e emergência
EXPULSÃO
Chefão do narcotráfico é entregue à Polícia Federal brasileira