Menu
Busca segunda, 27 de maio de 2019
(67) 9860-3221
RURAL

Seguindo plano para retirada da vacina contra aftosa, MS apresenta ações em reunião

25 abril 2019 - 11h46Por Da Redação

A equipe da Iagro está desde ontem (24.4) em Curitiba (PR), no segundo encontro dos Estados que compõe o Bloco 5 (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso), dentro do Plano Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA).

Na oportunidade, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) aprovou a solicitação do Paraná em antecipar a retirada da vacinação contra febre aftosa para maio de 2019. De acordo com o calendário do PNEFA, a última etapa de imunização do rebanho bovino e bubalino do bloco 5, grupo que o estado integra, seria apenas em maio de 2020.

Segundo Luciano Chiochetta, diretor presidente da Iagro, a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) apresentou as ações realizadas no estado, cumprindo o cronograma e as exigências propostas pelo Ministério e assim obteve aprovação do Ministério: “Como esta é a última campanha do Paraná, a partir de setembro aquele Estado já não poderá receber animais vacinados”, lembrou.

Com essa decisão, o Paraná poderá solicitar em 2020, a Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), o status de livre de febre aftosa sem vacinação.  A coordenadora de Produção Animal da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Lilian Figueiredo, participou da reunião e afirmou que ficou clara a competência do Paraná em prosseguir com a retirada da vacina: “Todos os elos da cadeia, tanto do setor público quanto do setor privado, se mostraram confiantes para esse novo ciclo”.

Lilian informou que diferente das agências e serviços dos outros estados, a Adapar não depende de orçamento público, logo demonstrou possuir recursos necessários para seguir com o plano proposto pelo governo.

A comitiva de Mato Grosso do Sul apresenta, nesta quinta-feira, as atividades realizadas no Estado, seguindo o cronograma do plano, onde a retirada da vacinação acontece em 2021 e a mudança de status para ‘livre de febre aftosa sem vacinação’ acontece em 2023.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Ellen Roche faz clique só de lingerie e é elogiada por internautas
RIO NEGRO
Ambiental fecha segunda olaria ilegal e autua proprietário em R$ 5 mil
MATO GROSSO DO SUL
Campanha Estadual de Combate ao Feminicídio será lançada amanhã
MS-164
Mulheres são flagradas transportando maconha em ônibus
DOURADOS
Douradenses vão às ruas apoiar medidas de Bolsonaro
MUNDO
Tremor de magnitude de 8,1 graus abala noroeste do Peru
EVENTOS
Semana do Leite terá palestras, doações e discussão sobre a conjuntura da atividade em MS
BRASIL
Projeto garante defesa de animais em casos de desastres ambientais
MÚSICA
Almir Sater faz show gratuito hoje em Dourados
AINDA DÁ TEMPO
Concurso público da PM e Bombeiros: candidatos têm até hoje para preencher ficha da Investigação Social

Mais Lidas

ITAQUIRAÍ
Empresário é executado no Sul do Estado
TRÁFICO
Ação conjunta apreende 556 quilos de cocaína em ônibus de turismo religioso
FLAGRANTE
Polícia prende grupo caçando com 19 cães e lanças para abate
ITAQUIRAÍ
Comerciante foi executado com cinco tiros enquanto lavava residência