Menu
Busca sexta, 16 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
OBRAS INACABADAS ZERO

Secretário traça panorama e expectativas para terminar obras deixadas por Puccinelli

18 junho 2015 - 17h45

O titular da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), Marcelo Miglioli, falou na manhã desta quinta (18), durante entrevista à Rádio UCDB, em Campo Grande, sobre as expectativas e projetos do Governo para Mato Grosso do Sul. “Com o programa ‘Obras Inacabadas Zero’ vamos terminar todas as obras que ficaram do governo anterior”, afirmou, reiterando o discurso do governador Reinaldo, que também firmou o compromisso com o término das obras durante uma agenda no município de Figueirão.

De acordo com o secretário o Programa já está realizando licitações para a manutenção de rodovias, onde algumas encontram-se em situações muito críticas, especialmente nas áreas produtoras de grãos e madeiras.

“Há também rodovias pavimentadas em estado precário especialmente os trechos Bataguassu- Brasilândia e Chapadão- Costa Rica, para os quais também teremos ações. Pretendemos terminar tudo que estava em andamento, algumas já demos ordem inicial de serviço e de acordo com o nossos recursos financeiros. Queremos chegar até o final do ano com tudo pronto”.

Sobre a concessão das BR’s 262 e 267, Milgioli afirmou que a primeira etapa foi conseguir colocar as rodovias no Programa de Concessão e que preliminarmente o Governo Federal pretende realizar as licitações em 2016.

Aquário do Pantanal

Considerado uma obra complicada em virtude do número de contratos envolvidos, o secretário afirmou que a equipe técnica está empenhada em concluir o Aquário e explicou os entraves.

“Fazer a gestão de vários contratos envolvidos num mesmo objeto e onde as empresas trabalham independentemente contratualmente, mas dependentes fisicamente não é nada fácil, ela realmente tem problemas técnicos. O problema atual é que o contrato original do projeto não contemplou a obra toda e começou a ter contratos paralelos, o que gera um problema gerencial. Ou seja, temos uma obra só e uma série de contratos, por isso a dificuldade com o Aquário”.

Ferrovias, hidrovias e transporte aéreo

O plano do atual Governo contempla atuar em outros tipos de transporte onde se destacam duas hidrovias que já estão tendo ações junto ao Governo Federal para viabilização: a do Paraguai e do Paraná-Tietê. “Temos grande interesse no Paraná-Tietê devido ao porto de Bataguassu que está pronto há 14 anos e permanece fechado.

Já tivemos agenda com o ministro do Transporte para falar dela. A do rio Paraguai também temos tratado”. Outo destaque dado por Miglioli foi o porto de Murtinho. “Trata-se de uma das ações mais importantes na logística e é um assunto dividido entre várias secretarias pois contempla muitos aspectos”.

As ferrovias seguem o que foi acordado durante o Programa de Concessão e o que ficou recentemente firmado entre a empresa Rumo ALL e o Governo do Estado, de que uma equipe multidisciplinar fará uma avaliação das melhores alternativas sociais e econômicas para a manutenção e possível ampliação da malha.

O transporte aéreo também será contemplado em Mato Grosso do Sul. Na semana passada foi anunciado o investimento em oito aeroportos do Estado. “Mais um projeto em parceria com o Governo Federal que irá melhorar nossas condições de infraestrutura”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Seleção para preencher vagas de médicos cubanos ocorre ainda este mês
PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA
Radares flagram quase 500 motoristas por excesso de velocidade nas BR's de MS
DOURADOS
Grupo ABV realiza sorteio de carro 0km
TRÂNSITO
Bêbado, homem é preso ao provocar acidente
ÁFRICA DO SUL
Prédio de apartamentos é construído com 140 contêineres
BRASIL
Bolsonaro diz que nomes de comandantes militares não estão definidos
PÓS-FERIADO
Centrão ‘calmo’ é reflexo do feriado no meio da semana em Dourados
CAMPO GRANDE
Para não bater em capivaras, motorista desvia, perde controle e capota veículo
ALERTA
Procon orienta sobre cuidados para compras na Black Friday
RURAL
Integração lavoura-pecuária atrai mais produtores em MS

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Empresário é executado e filho fica ferido em atentado
CAMPO GRANDE
Empresário executado na Capital era avalista em dívida de R$ 40 milhões
SUSTO
Veículo com placas de Dourados fica destruído ao ser atingido por vagões de trem
DOURADOS
Dupla armada rouba moto para assaltar empresa e levar R$ 3 mil