Menu
Busca terça, 16 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
INDICAÇÕES

Secretário de Fazenda e deputado são indicados para vagas no TCE

07 novembro 2017 - 10h59Por Da Redação

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) enviou a indicação do atual secretário de Estado de Fazenda, Márcio Monteiro, para assumir vaga no TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul). O deputado Flávio Kayatt (PSDB), foi indicado pela Assembleia com a assinatura de 23 parlamentares. 

O deputado federal licenciado e companheiro de partido do chefe do Executivo foi indicado para o lugar de José Ricardo Cabral, que se aposentou no dia 6 de novembro, já Kayatt, que já foi prefeito de Ponta Porã, ao lugar de Marisa Serrano.

Segundo o presidente da Assembleia, deputado estadual Junior Mocchi (PMDB), as indicações serão transformadas num projeto de decreto legislativo, que será encaminhado à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e depois para votação em plenário.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SOLIDARIEDADE
Amambai se une na busca por idoso de 86 anos desaparecido
PROSEGUR
Oito brasileiros são condenados por mega-assalto no Paraguai
TRÁFICO
Jovens são flagrados com droga que seria entregue no Guarujá
ELEIÇÕES 2018
Denúncias de fraude em urnas serão registradas on-line
FUTEBOL
STJD nega recurso e Sassá está fora da final da Copa do Brasil
SHOWBIZ
Processado, Eduardo Costa rebate a ex e diz que ela quer se expor
UFGD
Abertas inscrições para 420 vagas em cursos de mestrado e doutorado
DECRETO DOS PORTOS
PF indicia Temer por corrupção, lavagem e organização criminosa
JUSTIÇA
Aérea é condenada a indenizar passageiros por malas danificadas
ELEIÇÕES 2018
Reinaldo vai ao TRE, que propõe campanha sobre erros na urna

Mais Lidas

DOURADOS
Família busca notícias de mulher que abandonou carro e embarcou na rodoviária
JARDIM MONTE LÍBANO
Policiais douradenses são presos por assalto a família
DOIS DIAS DEPOIS
Servidora pública é encontrada nos fundos de residência que estava para alugar
DOURADOS
Cinco anos após crime, acusados pela morte de vendedor douradense vão a júri popular