Menu
Busca terça, 23 de outubro de 2018
(67) 9860-3221
GERAL

Robótica tem o poder de gerar renda e reduzir desigualdades, diz criador de plataforma lançada pelo Sesi

10 agosto 2018 - 07h52Por Da redação

A lógica é simples: se o mercado de trabalho já passa por profundas transformações e exige profissionais que tenham domínio cada vez maior das tecnologias, quanto mais as pessoas estiverem preparadas, mais chances de conseguirem um emprego terão. E, quanto mais qualificadas, maiores os salários. O resultado é uma melhor distribuição de renda, redução das desigualdades sociais, e dos índices de desemprego e violência.

A constatação é do PhD em Engenharia Geomática, Mohamed Elhabiby, presidente e desenvolvedor da RoboGarden, uma plataforma online que, a partir de agora, passa a integrar a grade curricular da rede de escolas do Sesi de Mato Grosso do Sul como um projeto piloto para 120 alunos do 6º ano e da 1ª série do Ensino Médio. A plataforma, utilizada em escolas de diversos países do mundo, ensina aos estudantes códigos de programação em JavaScript e Phyton, preparando-os, desde cedo, para a nova realidade das profissões e domínio das tecnologias digitais.

A RoboGarden foi apresentada ontem (9), no Edifício Casa da Indústria, por Mohamed a uma plateia lotada de pais e alunos da Escola do Sesi da Capital, que entenderam o poder transformador da educação tecnológica e como sairão na frente com o diferencial de, desde cedo, dominarem a linguagem de programação.

“O que eu fazia quando comecei a trabalhar alguns anos atrás hoje já está obsoleto. Então é preciso compreender, assim como as grandes potências do mundo já vem fazendo, que o modelo de educação tradicional está ultrapassado e o mercado de trabalho busca aquele aluno que saiba transformar ciências, matemática e português em soluções que tenham utilidade prática”, disse Mohamed.

Indústria 4.0

Anfitrião do evento, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, destacou o cenário de transformações diante da 4ª Revolução Industrial. “Novas profissões surgirão e, por isso, inovar foi uma demanda que apresentamos à nossa área técnica do Sesi, porque este é o futuro do emprego e das indústrias”, disse.

O superintendente do Sesi, Bergson Amarilla, disse que o mercado de trabalho já sente falta de profissionais como engenheiros e tecnólogos. “E para despertar o interesse dos jovens por essas áreas é preciso começar na educação de base, mudar o mindset dos jovens com relação ao mercado de trabalho”, ressaltou.

O reitor da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Marcelo Turine, acrescentou que a comunidade acadêmica, de fato, defende uma mudança de paradigma na educação para que, ao chegar na universidade, o jovem seja um cérebro pensante. Já o reitor da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Fábio Edir, completou que a iniciativa do Sesi de oferecer aos estudantes um primeiro contato com a linguagem de programação desde cedo os leva a feitos grandiosos pelo país. “É desta forma que surgem jovens interessados em estudar em pensar em formas de como contribuir com a sociedade”, disse.

Profissões do futuro

Segundo uma pesquisa do Senai, dentro de dez anos surgirão profissões que não existem atualmente, como engenheiro de cibersegurança, técnico em informação e automação, mecânico de veículos híbridos e projetista para tecnologias 3D. Todas elas passam, necessariamente, por programação de códigos.

“O Senai apoia esse trabalho do Sesi com a RoboGarden porque faz parte do nosso propósito de iniciar com os alunos do ensino básico o aprendizado de maneira mais lúdica, porém mais assertiva, para que posavam levar com eles essa formação até o nível superior, de preferência, dentro das escolas do Sesi e da Faculdade do Senai, tornando-os profissionais completos e preparados para as necessidades do mercado”, finalizou o gerente-regional do Senai, Rodolpho Mangialardo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Talitha Morete, repórter do "Mais Você", exibe boa forma em praia carioca
ANHANGUERA
Palestra do BNDES chega a Dourados na próxima quarta-feira
FRONTEIRA
Dois são presos acusados de invadirem agência de cooperativa de crédito
RURAL
Produtores de MS já plantaram mais da metade da nova safra de soja
PARAGUAI
Homem sofre atentado a tiros e morre a caminho do hospital
PRÁTICA ABUSIVA
Tim é multada em R$ 50 milhões por "derrubada" de chamadas
EDUCAÇÃO
Professor apresenta projetos de pesquisa da UEMS em Nova York
IMBRÓGLIO
O que se sabe sobre a troca de tiros entre policiais de Minas e São Paulo
UFGD
Estudantes de Artes Cênicas convidam para 1ª Mostra NAC
CONCURSO
Marinha abre inscrições para cerca de 400 vagas a oficiais temporários

Mais Lidas

OPERAÇÃO SATURAÇÃO
Megaoperação cumpre dezenas de mandados de prisão em Dourados
DOURADOS
Ação contou com apoio de 4 delegacias da Capital e cumpriu mais de 40 mandados de prisão
DOURADOS
Dupla é presa suspeita de pelo menos 30 furtos em comércios
SIDROLÂNDIA
Homem é preso em Dourados pela morte de idoso em assentamento