Menu
Busca terça, 19 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
POLÍTICA

Renato Câmara se posiciona como representante do PMDB em comissão sobre o ICMS do diesel

24 junho 2015 - 18h30

Assessoria

Deputados, representantes de sindicatos, federações e empresários, se reuniram na manhã desta quarta-feira na Assembleia Legislativa e criaram a Comissão de Eficácia para acompanhar a execução da lei que reduz a taxa do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) do diesel de 17% para 12%, após a aprovação na Casa de Leis.

Fazem parte da comissão o Sinpetro (Sindicato dos Postos de Combustíveis de Mato Grosso do Sul), Fiems (Federação das Indústrias do Mato Grosso do Sul), Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de MS), Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de MS), Setlog (Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de MS), representantes da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) e cinco deputados Assembleia Legislativa, que ainda serão escolhidos pelos partidos e bancadas.

Hoje, o Projeto de Lei 93/2015 de autoria do Poder Executivo que trata sobre a redução na alíquota do ICMS do óleo diesel foi aprovado em 1ª discussão. O projeto seguiu para análise da Comissão de Orçamento e Finanças, presidida pelo deputado Renato Câmara e, na quinta-feira, deve passar por uma segunda votação.

Com a aprovação do projeto e a redução do tributo, a expectativa é de que ocorra um aumento de 40% no volume de 100 milhões de litros/ano de óleo diesel vendidos hoje em Mato Grosso do Sul. De acordo com o presidente do Sinpetro, Mário Shiraishi, após a aprovação da lei, haverá redução de 15% a 20% do diesel direto ao consumidor. O estado tem hoje 586 postos de combustível, dentre os quais 45 fecharam as portas e 15 estão parados.

Durante a sessão, o deputado Renato Câmara solicitou ao presidente do PMDB na Assembleia, deputado Eduardo Rocha, para ser o representante do partido na comissão e se posicionou como parceiro na audiência pública que será realizada para tratar do valor do combustível em Dourados, em setembro. "Quero contribuir para essa discussão e ajudar a encontrar respostas para a nossa população", afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COXIM
Idosa de 80 anos é agredida a pauladas por jovem que invadiu casa
ESPORTE
Funed conclui elaboração de calendário anual de atividades esportivas
APOSENTADORIA
Bolsonaro fará pronunciamento na TV para defender reforma da Previdência
PROJETO
UFGD seleciona shows musicais para o projeto Celebração 2019
CAMPO GRANDE
Júri é suspenso após advogada chorar e ameaçar suicídio
NOVA ANDRADINA
Adolescente que sufocou a filha de 28 dias fará tratamento psiquiátrico
RIO
Justiça nega indenização a Bolsonaro por declarações de Jean Wyllys
UEMS
Estão abertas as inscrições para Intercâmbio Sanduíche no Canadá
CAPITAL
Dupla em moto atira contra carro de autoescola; motorista é atingido
POLÍTICA
Câmara suspende decreto presidencial sobre sigilo de dados públicos

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Motociclista atropela, mata criança de 1 ano em Dourados e foge do local
DOURADOS
Motorista tenta desviar de outro veículo e bate carro em árvore
NOVA ANDRADINA
Mãe de 16 anos mata filha de apenas 21 dias
DOURADOS
Um ano após pedido de demissão, ex-secretário de Délia retorna à prefeitura