Menu
Busca segunda, 19 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
POLÍTICA

Renato Câmara se posiciona como representante do PMDB em comissão sobre o ICMS do diesel

24 junho 2015 - 18h30

Assessoria

Deputados, representantes de sindicatos, federações e empresários, se reuniram na manhã desta quarta-feira na Assembleia Legislativa e criaram a Comissão de Eficácia para acompanhar a execução da lei que reduz a taxa do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) do diesel de 17% para 12%, após a aprovação na Casa de Leis.

Fazem parte da comissão o Sinpetro (Sindicato dos Postos de Combustíveis de Mato Grosso do Sul), Fiems (Federação das Indústrias do Mato Grosso do Sul), Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de MS), Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de MS), Setlog (Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de MS), representantes da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) e cinco deputados Assembleia Legislativa, que ainda serão escolhidos pelos partidos e bancadas.

Hoje, o Projeto de Lei 93/2015 de autoria do Poder Executivo que trata sobre a redução na alíquota do ICMS do óleo diesel foi aprovado em 1ª discussão. O projeto seguiu para análise da Comissão de Orçamento e Finanças, presidida pelo deputado Renato Câmara e, na quinta-feira, deve passar por uma segunda votação.

Com a aprovação do projeto e a redução do tributo, a expectativa é de que ocorra um aumento de 40% no volume de 100 milhões de litros/ano de óleo diesel vendidos hoje em Mato Grosso do Sul. De acordo com o presidente do Sinpetro, Mário Shiraishi, após a aprovação da lei, haverá redução de 15% a 20% do diesel direto ao consumidor. O estado tem hoje 586 postos de combustível, dentre os quais 45 fecharam as portas e 15 estão parados.

Durante a sessão, o deputado Renato Câmara solicitou ao presidente do PMDB na Assembleia, deputado Eduardo Rocha, para ser o representante do partido na comissão e se posicionou como parceiro na audiência pública que será realizada para tratar do valor do combustível em Dourados, em setembro. "Quero contribuir para essa discussão e ajudar a encontrar respostas para a nossa população", afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Maísa Silva, de 16 anos, posta foto de biquíni e rebate assediador: "Nojento"
COSTA RICA
Serralheiro é preso sob suspeita de abusar criança de 5 anos em quitinete
OPORTUNIDADE
De máquina de escrever a estante, leilão oferta 12 lotes a partir de R$ 100
POLÍTICA
Bolsonaro sai em defesa de Tereza Cristina: ela tem nossa confiança
CAMPO GRANDE
Homem que se jogou do nono andar de hotel passa por cirurgia no braço
CONCURSOS
Ao menos 13 órgãos abrem inscrições nesta segunda para 1300 vagas
CAMPO GRANDE
Corpo carbonizado é encontrado dentro de carro destruído pelo fogo
CONCURSO
Itaporanense conquista o título de Mister Personalidade de Las Américas
IGUATEMI
Mulher contratada por presidiário é presa com explosivos na MS-295
EMPREGO
Idosos no mercado de trabalho é recorde, mas sem carteira assinada

Mais Lidas

TEMPORAL
Fortes ventos derrubam mais de 30 árvores e deixa rastro de destruição em Dourados
FACADAS
Traficante brasileiro mata namorada dentro de cela no Paraguai
TEMPORAL
Ventos fortes derrubam árvores em Dourados
CACHOEIRINHA
Mulher denuncia e marido é encontrado em ponto de distribuição de drogas