Menu
Busca sexta, 21 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
VISITA DO MINISTRO AO MS

Renato Câmara oficializa pedido de suspensão da NR-12 ao ministro Mangabeira Unger

08 julho 2015 - 19h45

O deputado Renato Câmara oficializou ao ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, Roberto Mangabeira Unger, o pedido de suspensão da NR -12 (Norma regulamentadora). O objetivo é diminuir o custo de produção das empresas regulamentadas pela norma, evitando fechamentos e maior desemprego.
A normativa n° 12 é uma matéria federal que define referências técnicas e medidas de proteção para garantir a saúde e a integridade física dos trabalhadores. A norma estabelece requisitos mínimos para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto e de utilização de máquinas e equipamentos de todos os tipos, até mesmo à sua fabricação, importação e comercialização em todas as atividades econômicas.

Apesar de ser uma norma federal, possui diversas implicações locais, conforme relatos da Federação das Associação Comerciais do Estado e da Associação Comercial de Dourados (ACED). A Portaria que alterou a NR- 12, foi publicada em dezembro de 2010 e entrou em vigor a partir de junho de 2013.

A NR-12 traz à tona uma série desafios a serem superados, como o fornecimento de peças para adequação das máquinas, a não existência de um selo que indique se o equipamento comprado pela empresa atende ou não os requisitos na norma, entre outros. Ainda, muitos desses equipamentos são adquiridos com recursos do FCO pelas empresas: são aprovados para financiamento e depois de instalados, reprovados por não atender a norma regulamentadora.

Para o deputado Renato Câmara a NR-12 é um grande avanço para o trabalhador, mas nesse momento de crise a norma dificulta e encarece ainda mais o custo de produção das empresas. “A normativa causa inúmeros encargos financeiros aos empreendedores, prejudicando a manutenção do lucro e até mesmo do emprego do trabalhador. Reconheço a importância da norma, mas passamos por um momento de crise financeira nacional e a suspensão temporária ajuda a diminuir os custos”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TV
Fátima Bernardes nega boatos de ter reformado casa do agressor de Jair Bolsonaro
BRASIL
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
FRONTEIRA SEGURA
Ação conjunta apreende 40kg de maconha em Ponta Porã
AMISTOSOS
Tite convoca seleção com quatro novidades para próximos compromissos
ELEIÇÕES 2018
Instituto Ranking: Reinaldo 21,33%; Odilon 18,48% e Mochi 10,33%
ESTADO
Edital do Pnae para compra de hortifruti em Dourados é aberto
APÓS INCÊNDIO
MEC libera R$ 8,9 milhões para obras emergenciais no Museu Nacional
FUTEBOL
Trio de MS apita duelo da Série B nesta sexta
ARTIGO
Perdoar, sim
FRONTEIRA SEGURA
Exército e órgãos de segurança colocam 700 homens para combater crimes na fronteira de MS

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia fecha entreposto de drogas e prende três no Jardim Colibri
DOURADOS
Esquema começou há 1 ano e maconha era armazenada em pneus
DOURADOS
PF apreende mais de 150 quilos de cocaína na Guaicurus
IVINHEMA
Mecânico morre ao ficar preso em cardan de caminhão