Menu
Busca domingo, 18 de agosto de 2019
(67) 9860-3221
PROPOSTA

Qualidade da água poderá ser monitorada em MS para identificar causadores de câncer

22 maio 2019 - 12h07Por Da Redação

Desde março de 2005, a Resolução 357 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) determina a classificação das águas doces, salobras e salinas do Território Nacional e estabelece parâmetros para uso doméstico e industrial. Com base nesta norma, foi apresentado nesta quarta-feira (22) na Assembleia Legislativa de MS, Projeto de Lei que propõe o monitoramento da qualidade da água para identificar possíveis causadores de neoplasia maligna.   

Conforme a proposta, o monitoramento deve respeitar as disposições contidas na Resolução 357. 

Para o deputado, além de ser importante instrumento de gestão ambiental, o monitoramento proposto estabelece um grau de prontidão quanto à contaminação das águas que abastecem a população.

A matéria segue agora para avaliação da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).       

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESPORTES
Seleção Sub-17: convocados para amistosos na Inglaterra em setembro
MS
Veículo pega fogo e fica totalmente destruído em acidente, na MS-276
MS
Motorista embriagado abandona carro no meio da rua com celular e pistola dentro
CULTURA
III Festival da Canção da UEMS será neste domingo em Dourados
BRASIL
Maior rendimento do FGTS exige atenção na hora do saque
CAMPO GRANDE
Motociclista morre após avançar via preferencial
MS
“Operação Divisa Segura VII” prende foragido da polícia
MS
Criminoso foge e polícia apreende carro “recheado” de maconha
POLÍTICA
Morre, aos 96 anos, o ex-ministro Roberto Herbster Gusmão
CAMPO GRANDE
Mulher tem veículo incendiado ao deixá-lo estacionado na rua

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente com morte pode ter ocorrido após motociclista ser fechado por carro
BR-163
Passageira morre após homem colidir moto contra placa de sinalização em Dourados
DOURADOS
Homem fica ferido após estouro de equipamento na Cabeceira Alegre
POLÍTICA
PSL lança nome para Prefeitura de Dourados e senadora descarta aliança com tucanos