Menu
Busca terça, 28 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Puccinelli retoma agenda na Capital após visita a 12 cidades

07 agosto 2006 - 07h32

O candidato ao Governo do Estado, André Puccinelli (PMDB), retoma nessa segunda-feira, a agenda de compromissos em Campo Grande, após quatro dias de reuniões e caminhadas em 12 municípios do sudeste do Estado. Foram visitados Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante, Douradina, Anaurilândia, Angélica, Ivinhema, Nova Andradina, Taquarussu, Bataiporã, Rio Negro, Corguinho e Rochedo. Nas reuniões e no corpo-a-corpo com a população, Puccinelli reafirmou que não cederá a provocações dos adversários políticos, priorizando a apresentação de propostas durante a campanha eleitoral. Reiterou que governará Mato Grosso do Sul "sem olhar para trás". "Vamos governar o Estado olhando para frente, reunindo os esforços, nossos e dos partidos aliados, rumo ao desenvolvimento", disse. Puccinelli explicou que o endividamento é o principal problema enfrentado hoje por Mato Grosso do Sul. "O PT pegou nosso estado com uma dívida de R$ 2 bilhões e o entregará com uma dívida de R$ 7 bilhões. O PT vai entregar o governo com R$ 652 milhões em precatórios", afirmou. Na avaliação do candidato, para superar esse e outros desafios é importante que os eleitores estejam atentos para escolher bons nomes para a Assembléia Legislativa e a Câmara Federal. "O deputado do governador é o vereador do prefeito. Tive importantes e produtivas parcerias na Câmara quando fui prefeito de Campo Grande. Com bons nomes, entre jovens e veteranos, na Assembléia e na Câmara Federal, poderemos fazer muito mais por Mato Grosso do Sul", analisou. Conforme Puccinelli, o secretariado prioritariamente técnico também será fundamental para implantar projetos e conduzir o Estado rumo ao desenvolvimento. "Não será o governo do André, mas de uma equipe competente e preparada, de pessoas que não têm preguiça de trabalhar", afirmou. O candidato defendeu também uma administração municipalista em Mato Grosso do Sul, que priorize as necessidades e peculiaridades de cada cidade do Estado. "É preciso direcionar as ações de acordo com as demandas de cada região. E isso vamos fazer com nossa equipe e com a participação dos prefeitos", disse. Puccinelli reiterou que não está disputando o governo sozinho. "Sou um homem que pleiteia o governo, mas venho com uma equipe. Sozinho não seria capaz de fazer tudo o que a população anseia e precisa", disse, citando o candidato a vice-governador, Murilo Zauith (PFL), e à senadora, Marisa Serrano (PSDB), como importantes integrantes dessa equipe. Puccinelli rebateu ainda as recentes afirmações de adversários políticos, de que acabaria com o bolsa alimentação e com a regência de classe dos professores. "Eu não vou fazer isso. De toda forma, não vamos polemizar, vamos responder com o trabalho", disse. E lembrou aos candidatos da coligação e à população que não existe favoritismo na eleição. "Não existe eleição ganha. É preciso muito trabalho para conquistar o voto das pessoas, porque é um voto de confiança. Da nossa parte somente prometemos muito trabalho ao assumir o Governo", afirmou. Nessa segunda-feira, já de volta a Campo Grande, Puccinelli grava para o programa eleitoral, se reúne com os coordenadores da campanha e participa de reuniões políticas nos bairros Jardim dos Estados, Miguel Couto e nas Moreninhas 1, 2 e 3.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Paciente em surto arranca soro do braço e deixa UPA ensanguentada
JUDICIÁRIO
Plano de saúde incluirá criança sob guarda judicial como dependente
CAMPO GRANDE
Homem acusado de estuprar enteada de 11 anos foge após denúncia
DOURADOS
Secretário destaca esforço para garantir crianças em salas de aula
CAPITAL
Família procura por homem com alzheimer desaparecido a quatro dias
CRISE
Governo anuncia demissão do presidente do INSS, Renato Rodrigues Vieira
PARAÍSO DAS ÁGUAS
Identificado homem que morreu em capotamento provocado por anta na BR-060
ENSINO SUPERIOR
Resultado do Sisu 2020 é liberado após STJ atender recurso do MEC
POLÍCIA
Casal que levava carro roubado para fronteira é preso
JUSTIÇA
Companhia aérea indenizará passageiro por tratamento indevido

Mais Lidas

VÍDEO
Ventania derruba árvores e destelha casas na região sul de Dourados
REGIÃO
Condutor de caminhonete é preso após atingir sete veículos estacionados
IVINHEMA
Confusão em posto termina com um morto e outro ferido por PM de folga
DOURADOS
Mulher deixa carro com chave na ignição e tem surpresa 15 horas depois